A-A+

Acesso e experiência: Leston chega à sexta Série C seguida

Técnico do Santa Cruz conta com uma ascensão para a Série B, em 2015, pelo Tupi. Para ele, Tricolor é um dos fortes candidatos ao acesso

Leston Júinior, técnico do Santa CruzLeston Júinior, técnico do Santa Cruz - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Da nova safra de treinadores do futebol brasileiro, o técnico Leston Júnior, de 40 anos de idade, conta no seu currículo com experiências seguidas no Campeonato Brasileiro da Série C. Presente nas cinco últimas edições, o treinador chega à sexta participação consecutiva na Terceira Divisão da carreira, mas agora dirigindo o Santa Cruz, onde está há mais de cinco meses - anunciado oficialmente em 1º de novembro do ano passado e apresentado no dia 22 do mesmo mês.

Leia também: 

Favorito? Cinco motivos para acreditar no acesso do Santa 

Após pedido, Santa mantém promoção de ingressos para Série C 

Rivalidade: Nordeste está em peso na Série C 2019 

Santa fez prévia da Série C contra quatro adversários 

A um mês da Série C, Leston vê Santa Cruz com base pronta 

Pela tradição e história, o Santa é apontado como um dos favoritos ao acesso à Série B, principal objetivo do clube na temporada 2019. Por outro lado, jogadores do elenco, treinador, membros da comissão técnica e a diretoria evitam falar em favoritismo, mas não fogem das responsabilidades. Prestes a iniciar uma nova caminhada na Série C, o treinador Leston Júnior considerou o Tricolor como um forte candidato ao acesso.

“Começamos a Série C como um dos bons candidatos ao acesso. Pelo trabalho, planejamento, dedicação e força que ninguém tem. Digo que essa força ninguém tem por conta da torcida. Podemos mostrar a nós mesmos como somos capazes de começar forte essa competição. Tomara que a gente tenha a tranquilidade para seguir e estar cada vez mais perto desse objetivo, que é o maior da temporada”, declarou o comandante, em entrevista coletiva. 

Mesmo com participações em sequência na Série C, o treinador conseguiu levar apenas um clube para a Segunda Divisão. Isso aconteceu justamente em 2015, quando estava à frente do Tupi/MG. Em 2014, ele bateu na trave com o Madureira/RJ, sendo eliminado pelo CRB/AL no mata-mata. No ano de 2016, caiu ainda na primeira fase com o Mogi Mirim/SP. Já em 2017 e 2018, o profissional não chegou a terminar a competição porque saiu no meio do caminho do Moto Club/MA e Botafogo/PB, respectivamente, que também não ascenderam à Série B.

O Santa estreia no Campeonato Brasileiro da Série C nesta segunda-feira (29), contra o Treze/PB, no estádio do Arruda, às 20h. Na temporada passada, a Cobra Coral se classificou para as quartas de final, mas perdeu para o Operário/PR no jogo do acesso.

Veja também

Náutico não contará com zagueiros titulares diante do Remo
Desfalques

Náutico não contará com zagueiros titulares diante do Remo

Flamengo e Barcelona-ECU buscam vaga na final da Libertadores
FUTEBOL

Flamengo e Barcelona-ECU buscam vaga na final da Libertadores