Acessos passados inspiram Náutico diante do Paysandu

Torcida alvirrubra espera fazer a festa nos Aflitos novamente, assim como em 2006 e 2011

Kuki comemora gol de Capixaba no jogo contra o ItuanoKuki comemora gol de Capixaba no jogo contra o Ituano - Foto: Miva Filho/Arquivo Folha

O torcedor do Náutico está com saudade de fazer a festa nos Aflitos. Reaberto no final do ano passado após mais de cinco anos sem receber os alvirrubros, por conta de uma parceria do Timbu com a Arena de Pernambuco, o estádio pode ser palco de um momento de ressurgimento. Domingo, às 18h, diante do Paysandu, pelas quartas de final da Série C 2019, o clube pode comemorar um acesso de divisão em casa. Sensação que os pernambucanos já vivenciaram no passado.

Neste século, o Náutico coleciona dois acessos, ambos da segunda para a primeira divisão. O primeiro deles aconteceu em 2006. Após viver o período mais trágico de sua história, um ano antes, na fatídica “Batalha dos Aflitos”, contra o Grêmio, o Timbu deu a volta por cima. Na Série B, a equipe confirmou o retorno à Série A com uma rodada de antecedência, vencendo o Ituano por 2x0, com gols de Capixaba e Felipe. O técnico, curiosamente, era Hélio dos Anjos, o mesmo que hoje comanda o Papão. 

Em 2011, o acesso veio também com uma rodada de antecedência, mas desta vez foi fora de casa e com uma derrota para o Boa Esporte. Mas, para os alvirrubros, foram dois jogos anteriores em casa que cravaram a classificação. Na 33ª rodada, no Clássico dos Clássicos, o Náutico venceu o Sport por 2x0, gols de Marlon e Elicarlos. Depois, na 35ª, triunfo de virada por 2x1, ante o Barueri, com tentos de Derley e Kieza. Confrontos que praticamente selaram matematicamente a vaga na primeira divisão.

Leia também:
Rafael e William não devem desfalcar Náutico no domingo
Náutico se aproxima de recorde de público nos Aflitos em 2019


No ano seguinte, não houve comemoração por acesso de divisão, mas é possível dizer que a última rodada do Brasileirão, encarando o Sport, nos Aflitos, também terminou com o Náutico comemorando uma vaga. Desta vez em uma competição internacional. O Timbu derrotou o rival por 1x0, gol de Araújo, classificando-se para a Copa Sul-Americana. De quebra, ainda viu os rubro-negros caírem para a Série B.

Em contrapartida, o Paysandu tem um retrospecto positivo em acessos conquistados fora de casa. Em 2012, a equipe venceu o Macaé por 3x2, no Moacyrzão, nas quartas de final. Dois anos depois, no centenário do clube, o Papão voltou à Série B após ganhar por 1x0 do Tupi, em Minas Gerais. Neste ano, com o empate em 0x0 na ida, no Mangueirão, o time comandado por Hélio dos Anjos precisa vencer o Náutico para subir de divisão. Em caso de empate, a classificação será definida nas penalidades.

Veja também

Martelotte elogia adversário, mas lamenta falhas defensivas: 'Erros que precisamos corrigir'
Santa Cruz

Martelotte elogia adversário, mas lamenta falhas defensivas: 'Erros que precisamos corrigir'

Confira os gols de Santa Cruz 3x3 Jacuipense/BA, pela Série C
Santa Cruz

Confira os gols de Santa Cruz 3x3 Jacuipense/BA, pela Série C