Adriano evita apontar erros que levaram ao rebaixamento

Tricolor teve queda concretizada após derrota para o Coritiba

O senador Armando Monteiro Neto (PTB) discursa durante lançamento da chapa majoritáriaO senador Armando Monteiro Neto (PTB) discursa durante lançamento da chapa majoritária - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Era apenas uma questão de tempo. Com a derrota por 1x0 para o Coritiba, no Couto Pereira, o Santa Cruz foi matematicamente rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro. Com 27 pontos, na 19ª colocação, o Tricolor venceu apenas sete dos 35 jogos que fez no Brasileirão, empatando outros seis e perdendo 22. Um aproveitamento de 25,7%. São vários os motivos que levaram à queda do time pernambucano, mas o treinador Adriano Teixeira preferiu não citá-los.

"É difícil você responder qual foi o momento, a situação que levou a isso (rebaixamento). Fizemos um primeiro semestre bom, fomos campeões do Pernambucano e da Copa do Nordeste. Mas o Brasileiro é diferente. É um campeonato duro e, se você bobear, fica difícil dar a volta por cima", lamentou.

Para o treinador, o momento é de pensar na temporada de 2017. "Precisamos começar o planejamento. Tivemos alguns erros, mas esse não é o momento de expor, mas sim de organizar e pensar no ano seguinte. A equipe está de parabéns pela entrega e dedicação. Temos três jogos ainda para honrar a camisa do Santa", disse.

Veja também

Bayern, Real Madrid e Liverpool estreiam na Liga dos Campeões nesta quarta
Futebol

Bayern, Real Madrid e Liverpool estreiam na Liga dos Campeões nesta quarta

De volta, William Alves se diz 100% e destaca ‘equilíbrio’ do Santa no topo
Santa Cruz

De volta, William Alves se diz 100% e destaca ‘equilíbrio’ do Santa no topo