Libertadores

Ainda com chances de classificação, Fortaleza visita Alianza Lima pela Libertadores

Time cearense precisa dos três pontos para seguir vivo na luta por uma vaga nas oitavas de final

Pikachu, jogador do FortalezaPikachu, jogador do Fortaleza - Foto: Mateus Lotif/Fortaleza EC

Com chances de se classificar para as oitavas de final, Fortaleza visita o Alianza Lima nesta quarta-feira (18) pela quinta rodada do Grupo F da Copa Libertadores da América.

Depois de empatar em 1 a 1 com o River Plate, o time brasileiro precisa da vitória para se manter na luta por uma vaga na próxima fase.

Os argentinos lideram a chave com 10 pontos, seguidos pelo Colo Colo com 7. O Fortaleza, com 4 pontos, é o terceiro (zona de classificação para as oitavas da Copa Sul-Americana), enquanto o Alianza Lima é o lanterna com apenas 1 ponto.

O 'Tricolor de Aço' não vive um bom momento no Campeonato Brasileiro, onde ainda não venceu e está na lanterna. O último jogo foi uma derrota no domingo para o Botafogo por 3 a 1.

No primeiro turno do Grupo F, o Fortaleza venceu o Alianza Lima no Castelão por 2 a 1.

Vindo de um empate com o Colo Colo, o time peruano tentará quebrar a impressionante sequência de 27 jogos sem vencer pela Libertadores.

"Tomara que possamos dar uma grande alegria aos torcedores em um jogo muito importante", disse o técnico do Alianza Lima, o argentino Carlos Bustos.

A última vitória dos peruanos na Libertadores foi no dia 13 de março de 2012, sobre o Nacional do Uruguai, por 1 a 0.

Alianza Lima e Fortaleza se enfrentam nesta quarta-feira no estádio Nacional de Lima às 23h (horário de Brasília), com a arbitragem do equatoriano Franklin Congo.

Na última rodada da fase de grupos, no dia 25 de maio, os peruanos visitam o River Plate e os brasileiros vão a Santiago enfrentar o Colo Colo.

Prováveis escalações:

Alianza Lima
Ángelo Campos; Christian Ramos, Ricardo Lagos, Yordi Vílchez e Pablo Miguez; Cristian Benavente, Jairo Concha, Josepmir Ballón, Oslimg Mora e Oswaldo Valenzuela; Hernán Barcos. Técnico: Carlos Bustos. 

Fortaleza
Max Walef; Tinga, Marcelo Benevenuto, Titi; Yago Pikachu, Felipe, Hércules, Lucas Lima e Lucas Crispim; Silvio Romero e Moisés. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Veja também

Bruninho admite que seleção masculina de vôlei não é favorita ao ouro em Paris-2024
Olimpíadas

Bruninho admite que seleção masculina de vôlei não é favorita ao ouro em Paris-2024

Trio brasileiro do atletismo consegue liminar para participar da abertura da Olimpíada
Olimpíadas

Trio brasileiro do atletismo consegue liminar para participar da abertura da Olimpíada

Newsletter