Ainda sem fechar com técnico, Santa tenta reformular elenco

De acordo com o executivo de futebol do clube, isso é um processo normal e que exige um pouco de paciência

Nei Pandolfo, executivo de futebol do Santa CruzNei Pandolfo, executivo de futebol do Santa Cruz - Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz

Efeito reverso. A chegada de um novo técnico no Santa Cruz é um capítulo que parece não estar perto de acabar tão cedo. Desde que foi eliminado precocemente da Série C, encerrando as atividades regulares da temporada 2019 no mês de agosto, o Tricolor ainda não conseguiu trazer umas das peças essenciais para o início da formação de um time: o treinador. Por outro lado, jogadores de clubes como Internacional e Palmeiras estão sendo sondados para integrar a equipe Coral em 2020.

A reformulação do elenco pode parecer controversa em certo aspecto, de forma que um questionamento pode vir à tona: a demora para a chegada de um novo comandante pode contribuir para mais um ano de baixa no Arruda? “É um processo normal, a gente tem que ter um pouco de paciência nesta hora para também não trazer por trazer um treinador que às vezes não é ideal para o clube”, explicou o executivo de futebol do Santa, Nei Pandolfo.

Ao todo, mais de 12 profissionais já foram contactados, entre eles Léo Condé, João Brigatti, Rafael Jacques, Itamar Schulle. Sem revelar os nomes cotados para assumir o comando do Tricolor, o executivo disse que para dar celeridade ao processo de contratação entrou em contato com outros técnicos da Série B nesta segunda (28).“Nosso cenário ideal são treinadores que tenham experiência nas divisões, com característica técnica e tática que a gente colhe no Santa Cruz. A maioria deles está trabalhando. Os que não estão têm outras propostas ou estão aguardando propostas”, acrescentou, enfatizando que, até o momento, não houve entrave financeiro.

Leia também:
Novo executivo, Nei Pandolfo já avalia treinadores
Nei Pandolfo é confirmado como novo executivo de futebol do Santa
Santa disputará Taça Chico Science em janeiro

“Mesmo que atrase um pouco a questão do treinador, a gente segue na montagem do elenco também. Estamos fazendo avaliações de atletas que estão sendo oferecidos, juntando os que já estavam sendo monitorados. Começamos a dar andamento às contratações e negociações com atletas que tem o perfil”, pontuou.

A folha do Santa Cruz para a próxima temporada vai girar em torno dos R$ 400 mil, sendo R$ 250 mil para a formação do elenco e R$ 150 para a comissão técnica.

Veja também

Inspirado em símbolo do basquete local, time promove reencontro entre gerações
Veteranos

Inspirado em símbolo do basquete local, time promove reencontro entre gerações

2ª etapa do Open de Tennis Reserva do Paiva inicia nesta quinta
Tênis

2ª etapa do Open de Tennis Reserva do Paiva inicia nesta quinta