Ainda sem vitória, Júnior Rocha pede paciência à torcida

Técnico do Santa Cruz reclama do gramado do Ademir Cunha, em Paulista, após a derrota para o América por 2x0

Aliviado com boa fase, técnico Júnior Rocha quer time concentrado diante dos alagoanosAliviado com boa fase, técnico Júnior Rocha quer time concentrado diante dos alagoanos - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Após perder a primeira partida no comando, o técnico Júnior Rocha reclamou do estado do gramado do estádio Ademir Cunha, em Paulista, onde o Santa Cruz foi derrotado para o América pelo placar de 2x0, pela 2ª rodada do Campeonato Pernambucano 2018. Apesar da queixa, ele não colocou a culpa pelo revés nas condições do campo, mas disse que atrapalhou o rendimento da sua equipe.

“Não tínhamos como sair jogando num gramado sem condições de ‘atuar’. Precisamos ter inteligência nas colocações que são feitas aqui (na coletiva). Foram erros coletivos, pecamos muito e o adversário soube aproveitar as chances. Avalio dessa forma o jogo”, declarou o comandante coral.

Leia também: 

Santa é derrotado pelo América no Clássico da Amizade 

Após revés, tricolores reclamam do gramado do Ademir  

Com dois empates e uma derrota nesse início de trabalho, Júnior Rocha pediu paciência à torcida do Santa, mas deixou claro que o torcedor tem direito de pressionar o time nos jogos. "Quero que a torcida cobre. É até bom que o atleta se cuida mais e se entrega no dia a dia. Mas só peço um pouco de paciência", afirmou.

O próximo compromisso do Santa Cruz no Estadual será contra o Central, na quinta-feira (26), no estádio do Arruda, pela 3ª rodada.

 

Veja também

Com classificação encaminhada, Martelotte garante seriedade: "Não vamos relaxar nem desconcentrar"
Santa Cruz

Com classificação encaminhada, Martelotte garante seriedade: "Não vamos relaxar nem desconcentrar"

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica de 27 pontos na competição
Série C

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica