Alemanha estreia na Copa em busca do penta

Atual campeã mundial, Alemanha inicia contra o México, neste domingo, a meta de se igualar ao Brasil no número de troféus

Alemanha tenta ganhar segunda Copa seguidaAlemanha tenta ganhar segunda Copa seguida - Foto: PATRIK STOLLARZ / AFP

Planung, Geduld und Hingabe. Palavras em alemão que significam planejamento, paciência e trabalho, respectivamente. As maiores virtudes da seleção comandada por Joachim Low desde 2006. A conquista da Copa do Mundo de 2014 foi construída em uma década. Com renovação do elenco, modernização no estilo de jogo e muita dedicação. Alcançar o topo foi uma tarefa árdua. Manter-se nele não promete ser nada fácil. Uma das favoritas ao título, a Alemanha encara o México, neste domingo, no Lujniki, em Moscou, pelo Grupo F, precisando provar que a gana por troféus não foi saciada.

Os alemães apostam no trabalho coletivo para conquistar o pentacampeonato. Grandes destaques individuais, como Neuer, Kroos ou Muller não se sobrepõem ao todo. Filosofia antiga que será mantida em 2018. Na equipe “operária”, a troca de passes e a intensa marcação permanecem como armas. Dois novatos em Copa merecem atenção. No meio, Marco Reus tem o talento necessário para comandar a criação de jogadas do time. Capacidade que só não foi utilizada no Mundial de 2014 e na Euro 2016 por conta das recorrentes lesões que perseguiam o atleta. Aos 29 anos, essa é a maior chance de Reus brilhar na seleção.

Os atacantes alemães tem uma mística especial em se tratando de Copas. Uma relação que transformou Klose no maior artilheiro da competição, com 16 gols, e que pode ter um novo recordista com Thomas Muller, atualmente com 10. O nome da vez é Timo Werner, de 22 anos. O centroavante é uma peça importante na função de pivô, auxiliando tanto em gols como assistências.

Leia também:
Löw quer foco total da Alemanha contra México
Hernández: 'Por que o México não pode vencer a Copa?'

Enquanto a Alemanha tem como foco o título, o adversário tem um objetivo bem mais modesto, embora com importância histórica gigante. A seleção mexicana costuma caminhar bem nas fases de grupo, mas sempre tropeça no primeiro desafio do mata-mata. A frase no ônibus para a Copa é "Feito no México, feitos para a vitória", mas bem que poderia ser "Queremos chegar pelo menos até as quartas de final", etapa inédita até então.

O México tem no ataque seu ponto forte, contando com a boa fase de Hirving Lozano, jogador do PSV que marcou 17 gols em 29 jogos pelo campeonato holandês, e Javier “Chicharito” Hernández, atualmente no West Ham, maior artilheiro da seleção mexicana, com 49 gols. Na zaga, o destaque é para Rafa Marquez, de 39 anos, que disputará sua quinta Copa.

Veja também

Acompanhe todos os lances de Sport x Grêmio, pela Série A do Campeonato Brasileiro
SÉRIE A

Acompanhe todos os lances de Sport x Grêmio, pela Série A do Campeonato Brasileiro

Por indisciplina, Mikael é cortado de partida e multado pelo clube
Sport

Por indisciplina, Mikael é cortado de partida e multado pelo clube