Esportes

Allan Dias comemora volta à posição de origem no Santa Cruz

Contra o ABC, atleta coral de 30 anos desempenhou papel de 2º volante e saiu de campo aplaudido pela torcida

Allan Dias, atleta do Santa CruzAllan Dias, atleta do Santa Cruz - Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz

Na vitória sobre o ABC, no sábado (25), Milton Mendes escalou um Santa Cruz mais ofensivo, no jogo que marcou sua reestreia sob o comando coral. Com apenas um volante de marcação, e cinco atletas de características ofensivas. Um deles deve ser peça chave nessa nova forma do Tricolor jogar: Allan Dias.

Leia também:
Danny Morais vai se aproximando de retorno no Santa
Sem William Alves, Milton terá semana para definir substituto
'Herói' contra ABC, Misael quase foi substituído e destaca semana livre


Apesar de ficar de fora da equipe titular nas quatro partidas iniciais da Série C, o jogador que vina atuando como homem de criação na temporada, foi recuado pelo comandante coral e agora faz a função de 2º volante. Ele tem a missão de iniciar as jogadas vindo do campo defensivo.

A posição não é uma novidade para o atleta, que já atuou nesta função em outras oportunidades. "Prefiro essa função como segundo volante, vindo de trás. Vinha fazendo a função de meia pela falta de opção, e ainda sim fiz alguns jogos bons. Com a chegada de alguns atletas, voltei para posição que gosto de atuar. O Milton quer que eu continue chegando na frente e espero corresponder", declarou o jogador de 30 anos.

Experiente, o camisa 22 chegou ao Santa ano passado, logo após a chegada de Leston, com quem trabalhou no Botafogo/PB. Allan Dias não esconde que a equipe vivia uma fase difícil, mas fala da personalidade do elenco para lhe dar com a crise.

"No início era tudo às mil maravilhas. Ganhamos clássico, fiz gol no Sport e era elogiado pela torcida. Ao passar dos jogos, o desgaste fez com que o rendimento caísse. O grupo conversava e todos sabiam que não podíamos nos achar os melhores quando éramos elogiados. Da mesma forma que não somos os piores quando surgem as críticas", finalizou.

Veja também

Daniel Alves condenado a quatro anos e meio de prisão por estupro
CASO DANIEL ALVES

Daniel Alves condenado a quatro anos e meio de prisão por estupro

Com assistências de Messi e Suárez e Will Smith na torcida, Inter Miami vence na abertura da MLS
FUTEBOL

Com assistências de Messi e Suárez e Will Smith na torcida, Inter Miami vence na abertura da MLS