Álvaro e Matheus Carvalho, protagonistas da final

Dupla marcou os gols alvirrubros no empate em 2x2 que garantiu o título da Série C para o Timbu

Álvaro, atacante do NáuticoÁlvaro, atacante do Náutico - Foto: Léo Lemos/Náutico

Um título construído por conta do trabalho de muitos, mas especialmente com o poder de decisão de uma dupla de atacantes que chamou a responsabilidade no mata-mata da Série C 2019. Quis o destino que Matheus Carvalho e Álvaro, peças decisivas nas quartas de final e nas semifinais, também fossem os autores dos dois gols no empate em 2x2 com o Sampaio Corrêa que deu a taça do torneio ao Timbu.

Matheus Carvalho foi o homem dos pênaltis decisivos do Náutico. Tanto nas quartas de final, contra o Paysandu, como diante do Juventude, nas semifinais, o atacante foi o responsável pela cobrança final que garantiu ambos os triunfos. Personalidade de alguém que já viveu altos e baixos na carreira, disputando a Liga dos Campeões, pelo Monaco, e colecionado outros títulos nacionais, como a Série A (2010 e 2012), pelo Fluminense, e a B pelo Atlético/GO (2016). "Fiquei desempregado depois que saí do Mônaco, mas graças a Deus recebi essa oportunidade de Dal Pozzo e aí está o resultado", disse o jogador.

Sem o mesmo currículo do companheiro de posição, Álvaro foi um dos últimos reforços a chegar para a Série C. O início foi tímido, mas quando chegou à fase de eliminação do torneio, Álvaro cresceu. O atacante marcou cinco gols pelo Timbu no mata-mata, terminando a competição como artilheiro do time, com seis tentos ao todo. "Cheguei quietinho, mas sabia do meu potencial. Agora é só comemorar", afirmou o jogador.

Leia também:
Náutico é campeão da Série C 2019
Saiba onde assistir Sampaio Corrêa x Náutico

Veja também

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles
Seleção Brasileira

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles

Oposição anuncia chapa de candidatura às eleições do Santa Cruz
Eleições

Oposição anuncia chapa de candidatura às eleições do Santa Cruz