Alvirrubros emprestados seguem em atividade

Atletas do Náutico foram emprestados para diminuir peso na folha de pagamento e evitar longo tempo sem jogos

Luiz Henrique tem vínculo até 2021 com o clubeLuiz Henrique tem vínculo até 2021 com o clube - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

O fim precoce de temporada para o Náutico não significou o encerramento das atividades para um grupo de jogadores que, após a Série C, foi emprestado para outros clubes. Seis jogadores com contrato para a temporada seguinte foram cedidos temporariamente, atuando nas Séries A e B do Brasileiro e na Copa Paulista. Uns ainda não estrearam, outros são titulares absolutos e um deu um susto nos alvirrubros.

O zagueiro Sueliton e o volante Jobson estão no Red Bull/SP, que participa da Copa Paulista. O defensor é titular absoluto desde que chegou, enquanto o marcador ainda não entrou em campo. O time passou de fase na competição e começará a segunda etapa neste fim de semana, no Grupo 5, ao lado de Audax, Mirassol e Santo André.

Na Série B, o volante Jhonnatan, emprestado ao CSA, aguarda um documento de garantia da CBF para poder entrar em campo. O clube alagoano fez o pedido por precaução, já que o jogador já atuou por dois times diferentes na temporada – antes do Náutico, ele estava na Portuguesa/RJ. Emprestado ao Goiás, Robinho pode fazer sua estreia como titular hoje. O atacante de 19 anos já entrou em campo na vitória do Esmeraldino por 2x1 diante do Atlético/GO e deve substituir Michael, vetado por suspensão, no duelo perante o Paysandu, na Curuzu.

Fechando a lista da Série B, Wallace Pernambucano não esteve em campo na rodada passada, diante da Ponte Preta. A ausência não foi por motivos técnicos e sim clínicos. O meia se chocou de cabeça com um atleta do Oeste, no último fim de semana, e deu um susto nos torcedores ao cair desacordado e ser tirado de campo pela ambulância. Vetado perante os paulistas, o jogador já está recuperado e pode voltar aos gramados nos próximos compromissos.

O único representante dos emprestados na Série A é o volante Luiz Henrique. O jogador chegou a ficar no banco de reservas diante do São Paulo, mas não foi relacionado nos dois confrontos passados, diante de Palmeiras e Vasco.

Jefferson

Além do sexteto citado, o Náutico também tem outro emprestado em seu radar: o goleiro Jefferson. Esse, contudo, saiu ainda no início do ano, bem antes da Série C. Cedido até o final de 2018 ao Atlético/GO, o atleta é titular absoluto do clube que briga pelo acesso à Série A – o Dragão é o sexto colocado da Série B, com 43 pontos.

Leia também:
Náutico deve oficializar retorno de zagueiro Diego Silva
Náutico teve ano "econômico" de técnicos

Veja também

Ministério Público denuncia 11 pessoas por incêndio no Ninho do Urubu
Futebol

Ministério Público denuncia 11 pessoas por incêndio no Ninho do Urubu

Mesmo desfalcado, Brasil estreia com empate no Mundial de Handebol
Superação

Mesmo desfalcado, Brasil estreia com empate no Mundial de Handebol