André cada vez mais distante

Luís Fabiano (ex-São Paulo) tem seu nome especulado como opção para o ataque

Centroavante atuou pelo Leão em 2015Centroavante atuou pelo Leão em 2015 - Foto: Luis Moura/WPP/Folhapress

A situação já não era das mais favoráveis, mas, na última terça (17), a vinda do atacante André para o Sport ficou ainda mais distante. Na partida entre Desportivo de Chaves e Sporting, válida pelas quartas de final da Taça de Portugal, o jogador sofreu o que pode ser uma grave lesão no joelho esquerdo. Num lance assustador, aos 45 minutos do primeiro tempo, ele recebeu o combate do meia Perdigão e acabou pisando de mal jeito com a perna canhota, deixando o gramado de maca imediatamente e chorando bastante. Os exames mais detalhados do machucado deverão ser divulgados hoje pelo clube português, mas é bem provável que o brasileirão fique de molho por algumas semanas. Para piorar a situação, o Sporting perdeu a partida e acabou eliminado do torneio, com o técnico Jorge Jesus, que não quer liberar o atleta para retornar à Ilha do Retiro, ameaçado de demissão.

Antes do ocorrido, os dirigentes do Sport já adotavam um discurso conformado com a situação negativa sobre a volta do atacante. "André tem uma excelente identificação com o nosso clube, é um grande atleta, mas o Sporting não se mostrou disposto a liberá-lo. Vamos continuar monitorando, mas caso não seja possível, vida que segue. Temos Leandro Pereira e Paulo Henrique que são peças de qualidade", comentou Gustavo Dubeux, vice-presidente executivo e de futebol. Uma rádio local levantou a possibilidade de que os leoninos já estariam atrás de Luis Fabiano, de 36 anos, que está no futebol chinês mas já deixou claro que prentende retornar ao Brasil neste ano. O problema é que o Vasco, segundo a imprensa carioca, já tem negociação avançada com o veterano.

Quinta mais vazada no Brasileirão do ano passado com 55 gols tomados em 38 rodadas, ficando atrás apenas de Santa Cruz, Figueirense, Chapecoense e Santa Cruz, a zaga do Sport não foi exatamente reforçada com peças para esta temporada. De adição ao setor apenas o jovem Adryelson, destaque nas categorias de base e que disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Porém, o Leão ganhou um reforço fora das quatro linhas: Daniel Paulista. Ex-volante e conhecido na época por seu excelente senso espaço e colocação, o agora treinador tenta repassar isso aos seus comandados. Uma prévia do que irá acontecer foi vista na reta final da Série A 2016. Nos oito jogos em que Daniel comandou o time, os rubro-negros tomaram apenas sete gols, com média de menos de um gol por partida. Na Ilha do Retiro, por exemplo, a equipe sofreu apenas um tento em quatro partidas, na derrota para o Cruzeiro.

Veja também

Chateado, Martelotte se desculpa com o torcedor e lamenta permanência na série C
Santa Cruz

Chateado, Martelotte se desculpa com o torcedor e lamenta permanência na série C

Gestão Constantino Júnior fecha ciclo sem conquistas
Futebol

Gestão Constantino Júnior fecha ciclo sem conquistas