Santa Cruz

Após receber 'chance de ouro', Tinga busca sequência com Martelotte

Jogador foi pouco utilizado na 'Era Schulle' e tem recomeço nas mãos do técnico recém-chegado

Tinga, volante do Santa CruzTinga, volante do Santa Cruz - Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

A escalada de lesões no Santa Cruz, agravada na semana de preparação para enfrentar o Remo, promoveu a entrada inédita de Elivelton - autor do gol da vitória- e outros jogadores sub-aproveitados, como o volante Tinga. Sob as ordens do ex- técnico Itamar Schülle, recebeu poucas chances entre os titulares e, na maioria das vezes, entrava somente nos últimos 15 minutos dos jogos.

Substituído aos 21 minutos da segunda etapa, o meia campista ficou satisfeito com a oportunidade concedida pelo técnico Marcelo Martelotte e sonha com novas chances. "Eu fico feliz por poder ajudar a equipe sempre quando tenho a oportunidade. Onde eu vou procuro deixar esse legado de ser um cara trabalhador, que está em busca de melhorias e ajudar os companheiros. Claro que todos nós devemos estar preparados,  porque não sabemos o que vai acontecer com os outros atletas. Todo mundo se dando bem, buscando seu espaço, tendo aquela competitividade amigável. O único beneficiado é o Santa Cruz. É continuar trabalhando, matando um leão por dia e buscar o espaço e oportunidade que tiver", disse. Com 15 atuações na temporada, é somente a terceira partida que Tinga figura na escalação inicial. Nas restantes ele foi acionado no decorrer dos jogos.

Não é a primeira vez que Tinga possui contato com Martelotte, embora estar sob a sua orientação seja uma novidade. Segundo o jogador, a chegada do técnico fortalece as possibilidades da Cobra Coral na Série C. "Por esses três dias deu pra ver que é um cara vencedor, que veio pra nos ajudar, tem a identidade do Santa Cruz, já venceu aqui. Tenho certeza que com ele nós iremos vencer. Agora vai ter mais tempo pra colocar a filosofia dele, o que ele quer. Tenho certeza que nosso grupo vai assimilar, nosso grupo é muito inteligente e muito qualificado".

Após a derrota do Ferroviário/CE nesta segunda-feira (15), o Santa recuperou a liderança no Grupo A e está dois pontos acima dos cearenses. A coletiva de imprensa foi realizada antes do desfecho da rodada, mesmo assim, Tinga minimizou o eventual tropeço do oponente e pediu atenção nos compromissos do Tricolor, inclusive o Manaus, próximo adversário dos pernambucanos.

"Temos que procurar ver sempre o nosso lado. Nós fizemos a nossa parte que é sempre importante, agora é deixar as coisas acontecerem naturalmente. Claro que, se ao final da rodada a gente estiver na ponta da tabela, melhor ainda. Mas enaltecer o trabalho feito por todos os jogadores, comissão, diretoria. Não tem que olhar os resultados e, sim, numa semana boa de trabalho pra melhorar, ver o que precisa e o que faltou no jogo (contra o Remo) pra chegar lá diante do Manaus e fazer um grande jogo e, se possível, trazer os três pontos", pontuou. 

Veja também

Chiquinho e William Alves desfalcam o Santa por, no mínimo, duas rodadas
Santa Cruz

Chiquinho e William Alves desfalcam o Santa por, no mínimo, duas rodadas

Sem Jean Carlos, Náutico estuda opções para encarar o Cuiabá
Futebol

Sem Jean Carlos, Náutico estuda opções para encarar o Cuiabá