Após derrota, Dado diz que não se arrepende de mudanças e ressalta "lições positivas"

Treinador rechaçou que o tropeço expôs a necessidade de reforços para o clube

Mesmo com tropeço, Marco Antônio foi "ponto positivo" para DadoMesmo com tropeço, Marco Antônio foi "ponto positivo" para Dado - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

É preciso ser muito otimista para tentar extrair algo de bom de uma derrota por 2x0, em casa. Os torcedores do Náutico com certeza terão dificuldades em fazer isso.
Mas o técnico Dado Cavalcanti procurou ir além da observação sobre o tropeço diante do Salgueiro, na Arena de Pernambuco. Com um time repleto de novidades, o comandante negou que tenha se arrependido de poupar cinco titulares, revelando ainda que acha cedo questionar a necessidade de reforços para o Timbu. Confira os trechos da entrevista coletiva após o jogo pelo Campeonato Pernambucano.

Derrota justa

Não esperávamos que isso acontecesse. Mas aconteceu porque fizemos por onde. Não tivemos merecimento de sairmos vitoriosos. Nosso time quando jogou com um a mais criou certa superioridade até tomar o gol. Ficamos desatentos na parte defensiva. Tem algumas situações que precisamos melhorar.

Lições positivas

Existem coisas positivas que precisam ser colocadas. Marco Antônio jogou 90 minutos. Giovanni fez uma partida consistente, ganhou ritmo. Teve a estreia de alguns jogadores (Rafael Ribeiro, Adalberto e Darlan). No futuro, eles vão entender o que é Náutico, a pressão da torcida contra resultados ruins. Erick jogou 90 minutos...Consigo ser otimista e extrair algumas coisas positivas. Vamos dar a volta por cima, conquistar a confiança do torcedor e chegar forte para a sequência da competição. Falo pelos jogadores, que estão sendo contestados, e por mim também, que perdi dois jogos e estou sendo contestado também.

Arrependido pelas mudanças?


Não tenho como falar por hoje. O resultado não pode interferir nesse trabalho. É óbvio que eu esperava um resultado diferente. Até tivemos uma boa intensidade de jogo, mas esperava que nossa superioridade (numérica) prevalecesse. Isso machuca, mas o risco era mensurado. Se eu tomei essa decisão, é porque confiava nos jogadores que entraram. Essa resposta pode vir na sequência, das partidas que virão. O pensamento maior foi na sequência de jogos futuros. Teremos dois extremamente importantes. Não que esse não seja. Salgueiro é qualificado, o time do interior mais forte e hoje mostrou sua organização.

Cedo para falar em reforços

Acho cedo para fazer julgamentos. Torcedor tem direito de sair chateado. Sou uma das pessoas que concorda com o nível de chateação porque também estou assim. É difícil digerir essa derrota. Mas em termos de classificação de tabela, nós não podemos ter desespero. Esse mesmo campeonato já nos ensinou alguma coisa. No ano passado, o clube fez uma primeira fase excepcional, liderando com muita folga, mas perdeu na semifinal. Também somos respeitadores em cima dos adversários porque já ficamos fora dessa fase. Não podemos dizer que ela é fácil. Mesmo assim, acredito que vamos passar de fase. O resultado ruim, a cobrança maior, serve para acordar e não encobrir erros e necessidades que temos diagnosticados. Mas dizer que precisamos nos reforçar é cedo.

O grande erro

O jogo estava dominado. Tivemos mais finalizações no jogo, mas erramos quando estávamos sem a posse da bola. Os jogadores tiveram receio na pressão na saída de bola com medo de uma retaliação do árbitro, expulsando outro atleta em cima da "lei da compensação". Mas Tiago fez uma boa arbitragem. Vou dormir é com aquele lateral na cabeça. Com um homem a mais, não pressionamos.a saída da bola, o adversário deu a "casca" e aconteceu todo o resto. Algumas pessoas visualizam a bola entrando, mas eu visualizo o que acontece bem antes. Aquela bola não devia chegar nem ao nosso gol.

Veja também

"Vou pensar se saio ou se fico", diz Felipão após livrar Cruzeiro da Série C
Futebol

"Vou pensar se saio ou se fico", diz Felipão após livrar Cruzeiro da Série C

Empresário Josenildo Dody confirma pré-candidatura à presidência do Santa Cruz
Eleições

Empresário Josenildo Dody confirma pré-candidatura à presidência do Santa Cruz