Náutico

Após derrota para Cruzeiro, Roberto Fernandes afirma busca pelo "time ideal" no Náutico

Treinador lamentou baixas por lesões e se disse incomodado com oportunidades desperdiçadas contra a Raposa

Roberto Fernandes, técnico do NáuticoRoberto Fernandes, técnico do Náutico - Foto: Tiago Caldas/CNC

Com o revés para o Cruzeiro, o Náutico chegou ao terceiro jogo consecutivo sem triunfar na Série B do Campeonato Brasileiro. São duas derrotas e um empate que deixam o Timbu com sete pontos, na 15ª colocação, e correndo risco de entrar na zona de rebaixamento na próxima rodada, em caso de tropeço perante o CSA. Após o resultado deste domingo, o técnico Roberto Fernandes se mostrou incomodado com a fase do clube, principalmente com as chances desperdiçadas no jogo.  

"Precisamos reverter esta situação. Mais uma vez, o Náutico teve um primeiro tempo equilibrado, com chance de sair na frente, e acabamos tomando gol em um erro. Se olharmos de uma forma geral, está difícil para todos fazer gol nesta Série B", começou. 

"No segundo tempo, gostaríamos de ter mexido antes, mas minha preocupação era com as duas laterais o tempo inteiro (Bryan e Ailton voltaram de lesões). De repente você faz uma mudança para abrir o time, e se os laterais se machucam, você toma três ou quatro. O Cruzeiro chega com muita força, e nossa preocupação era como Bryan e Ailton iriam se comportar hoje", completou o treinador.

Diante de tantas ausências no elenco, o treinador lamentou o fato de ainda não ter um time ideal para chamar de titular. Para o comprimisso perante o Cruzeiro, por exemplo, Roberto não pôde contar com peças como Hereda, Victor Ferraz, Júnior Tavares, Léo Passos e Kieza. 

"Eu ainda busco o time ideal. Não adianta ficar viúva de 2021, isso foi embora. O Náutico precisa ter uma cara. Estava ansioso por essa semana de trabalho, e até acho que ganhamos algumas coisas hoje. Mas foi uma semana mais para administrar problemas do que de treinamento. Na terça eu treinei um time e na quarta outro porque perdi jogador. Na quinta a mesma coisa. O time que jogou hoje, só treinou ontem. Não é desculpa, é futebol", enfatizou. 

"O time foi campeão pernambucano, mas de três jogos contra o Retrô, perdemos dois. Jogamos três clássicos e não vencemos nenhum, fomos eliminados na primeira fase da Copa do Brasil. Então, acho que ainda buscamos o time ideal", finalizou. 

Veja também

Atlético-GO aplica maior "goleada" contra Luís Suárez desde 8 a 2 do Bayern no Barcelona
Futebol

Atlético-GO aplica maior "goleada" contra Luís Suárez desde 8 a 2 do Bayern no Barcelona

Confederação Africana de Futebol anuncia criação de Super Liga de clubes
Futebol Internacional

Confederação Africana de Futebol anuncia criação de Super Liga de clubes