A-A+

Após derrota, Schulle exalta ‘luta’ da equipe e critica arbitragem

O treinador relembrou algumas carências, ainda sentidas pelo atual elenco coral, mas parabenizou o empenho do Tricolor em campo, na derrota por 1x0 diante do CRB

Itamar Schulle, técnico do Santa CruzItamar Schulle, técnico do Santa Cruz - Foto: Leo Malafaia/Folha de Pernambuco

O Santa Cruz até que tentou, mas a vitória não saiu e o time coral retornará ao Recife carregando nas costas a primeira derrota da temporada, após a queda por 1x0 perante o CRB, pela 2ª rodada da Copa do Nordeste, no Rei Pelé. Ainda tendo que conviver com algumas lacunas no elenco tricolor, Itamar Schulle apontou as carências visíveis do Santa Cruz e reafirmou a necessidade de que novas contratações sejam anunciadas o quanto antes pelo Arruda. Em entrevista coletiva pós-jogo, o comandante coral ainda aproveitou para mostrar sua insatisfação com a arbitragem e parabenizou o esforço da Cobra Coral nas quatro linhas.

“Quero enaltecer o grupo pela entrega que teve. Tivemos uma consistência muito boa na linha defensiva, tendo uma evolução de jogo a jogo. O árbitro, vocês mesmo viram, vocês podem analisar as atitudes que ele teve. Eu fico muito triste por as vezes a gente ter, em um jogo dessa envergadura, uma arbitragem como foi a desta noite”, lamentou.

Se o setor ofensivo estava em baixa nesta quarta, o defensivo, por outro lado, foi elogiado por Schulle. E, de fato, a dupla de zaga do Santa Cruz, formada por Danny Morais e William Alves, conseguiu travar algumas das poucas tentativas mais agressivas do time alagoano, inclusive, impetrando investidas da linha de frente da equipe adversária com desarmes limpos. O mesmo não pode-se dizer da lateral direita tricolor. A jogada que originou o gol da vitória do Galo foi fruto justamente de uma falha na recomposição da linha de trás. Após um lançamento da direita, a bola percorreu quase toda área antes do arremate final do time regatiano. Itamar Schulle reconheceu as dificuldades da equipe e voltou a citar a necessidade de reforços.

“O passe final ainda precisamos melhorar muito. Tomamos um gol em um momento de falta de atenção. Um erro é fatal, futebol é detalhe, acabamos tomando o gol. Depois fizemos outras mudanças para tentarmos ser mais ofensivos, eu acho que a equipe melhorou. Depois da expulsão (o Santa) tomou conta do jogo, mas por dentro também faltou aquele passe que a gente precisa ter, atacantes, às vezes, com outras características. Mas nós tentamos a todo o momento e terminou o jogo com o adversário atrás, fechado, o juiz deu os acréscimos, mas de quase nada adiantou. Mas tenho que parabenizar pela luta de cada um. Não podemos olhar somente a derrota. Mas precisamos ter essa condição de reposição que no momento a gente não tem”, concluiu o comandante coral.

Leia também:
Itamar Schulle elogia goleiro e promete sequência
Itamar Schülle prevê evolução do time e aponta lacunas do elenco
Santa faz sondagem por Bruno Moraes, o ‘General do Arruda’

Veja também

61ª edição dos JEPs é encerrada no Parque e Centro Esportivo Santos Dumont
Jogos Escolares

61ª edição dos JEPs é encerrada no Parque e Centro Esportivo Santos Dumont

CBHb divulga convocação da Seleção Brasileira para fase de treinamento na Espanha
Handebol

CBHb divulga convocação da Seleção Brasileira para fase de treinamento na Espanha