Futebol

Após eliminação, Leston pede atenção na montagem do elenco para 2022

Santa perdeu nos pênaltis para o Floresta e ficará fora da Copa do Nordeste do próximo ano, restando apenas as disputas da Série D e do Campeonato Pernambucano

Leston JúniorLeston Júnior - Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

O último compromisso oficial do Santa Cruz na temporada 2021 foi um resumo de toda a temporada: decepcionante. Na Arena de Pernambuco, diante do Floresta, o Tricolor empatou em 3x3, após ficar três vezes à frente do placar e tomar um gol aos 46 minutos do segundo tempo, que levou o confronto às penalidades. Nas cobranças, os cearenses ganharam por 4x2, eliminando os pernambucanos na segunda fase da pré-Copa do Nordeste. Após o jogo, o técnico coral, Leston Júnior, já levantou a necessidade de a Cobra Coral, a partir de agora, focar no planejamento para 2022. 

“Cheguei e, em 18 dias, o pensamento era a curto prazo, de pegar 22 jogadores remanescentes da Série C e tornar uma equipe minimamente organizada para passar de fase, tendo mais duas semanas de trabalho para melhorar em outros aspectos. Agora, o clube precisa pensar a médio prazo, tendo atenção na montagem. Esse é o pilar do trabalho de futebol, tendo equilíbrio nas tomadas de decisão, diminuindo a margem de erro”, afirmou.

Sobre o jogo, Leston acredita que o aspecto psicológico prejudicou o Santa Cruz nos momentos em que, mesmo melhor na partida, a equipe sofreu os gols. “Difícil analisar um jogo em que estivemos três vezes à frente (do placar), criando possibilidades de fazer mais gols. O desequilíbrio, ora emocional, ocasionou o desequilíbrio tático. Os momentos em que sofremos os gols foram os que estávamos melhores do que o adversário”, lamentou.

A partida marcou a volta da torcida do Santa Cruz aos estádios, após mais de um ano e meio longe das arquibancadas por conta da pandemia da Covid-19. Reencontro frustrante, que terminou com cenas lamentáveis, com invasão de parte da torcida no gramado - relatos dão conta que atletas do Floresta foram agredidos nos vestiários. Evitando falar sobre o tema, o treinador agradeceu o apoio dos tricolores no jogo.

“Não tenho o que falar para a torcida. Ela fez aquilo que, talvez, em nenhum clube no Brasil, uma outra torcida faria. Um jogo pós-pandemia, às 21h30, na Arena, apoiando o time nos 90 minutos, não tem o que dizer. O sentimento dos torcedores é o mesmo que o meu. Essa classificação era importante em todos os aspectos. No financeiro, no competitivo e, fundamentalmente, para dar um conforto mínimo após essa temporada ruim. Eles estão chateados com razão”, concluiu.

 

Veja também

Uniforme novo do Santa Cruz vaza nas redes sociais; confiraSanta Cruz

Uniforme novo do Santa Cruz vaza nas redes sociais; confira

Indicada ao Prêmio Inspire, Etiene Medeiros quer motivar outras mulheresReconhecimento

Indicada ao Prêmio Inspire, Etiene Medeiros quer motivar outras mulheres