Futebol

Após ganhar fôlego, Corinthians busca novo salto no Brasileiro

A formação alvinegra vai enfrentar o Fortaleza, no Castelão, às 21h30, com a possibilidade de subir para o nono lugar

Jô, atacanteJô, atacante - Foto: Divulgação

O Corinthians está longe de empolgar seus torcedores e apresentar um futebol de imposição sobre os rivais, mas a equipe ao menos ganhou distância da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Agora, a meta é pular para a metade de cima da tabela.

A oportunidade se apresenta nesta quarta-feira (2), no Ceará. A formação alvinegra vai enfrentar o Fortaleza, no Castelão, às 21h30, com a possibilidade de subir para o nono lugar.

Atual 11º colocado, o time paulista abriu uma vantagem de cinco pontos sobre o grupo dos quatro últimos. Com 29, tem a mesma pontuação do Ceará e do Fortaleza, seu adversário na abertura da 23ª rodada, e pode dar mais um salto na classificação.


"Pelos resultados que a gente vem tendo, pela evolução, temos de pensar na parte de cima da tabela. Neste momento, temos que ficar o mais longe possível do grupo lá de baixo e buscar uma aproximação do grupo da Libertadores. Mas é jogo a jogo", disse Cássio.

O goleiro atribui ao técnico Vagner Mancini o crescimento apresentado pelo Corinthians, que passou a ter uma defesa mais consistente. Sob direção do antecessor no comando, Tiago Nunes, ou no período com Dyego Coelho na chefia interina, os problemas na marcação eram evidentes.

"Desde o primeiro dia, ele tem nos orientado bastante, corrigido. Não estou aqui para julgar, mas a gente acabou se adaptando bem à maneira dele, com muita conversa. Estamos jogando também um estilo diferente, dando poucas chances, conquistando pontos fora de casa", disse o capitão.

Pontuar fora de casa é o que busca o time no Ceará. No confronto desta quarta, Mancini terá novamente à disposição os
meias Ramiro e Otero, que não participaram da vitória por 1 a 0 sobre o Coritiba, no Paraná. Já o zagueiro Bruno Méndez cumprirá suspensão. 

Já o Fortaleza não poderá contar com seu artilheiro na temporada. Wellington Paulista, que balançou a rede 12 vezes em 2020, recebeu diagnóstico de Covid-19 e foi isolado do grupo comandado por Marcelo Chamusca.

FORTALEZA
Felipe Alves; Tinga, Jackson, Paulão, Bruno Melo; Juninho, Felipe, Romarinho (João Paulo), Osvaldo, David; Bergson. T.: Marcelo Chamusca

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Marllon, Gil, Fábio Santos; Gabriel, Xavier (Cantillo ou Otero), Ramiro (Roni), Luan; Jonathan Cafú (Mateus Vital), Jô. T.: Vagner Mancini

Estádio: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Horário: 21h30 desta quarta-feira
Juiz: Bráulio da Silva Machado (SC)

Veja também

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada
Handebol

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno
Sport

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno