Após garantir número 1, Federer vai à final em Roterdã

Mais velho tenista a assumir a liderança do ranking mundial, suíço decidirá o torneio holandês contra Dimitrov

Roger FedererRoger Federer - Foto: Michael Buholzer/AFP

Roger Federer, que na segunda-feira (19) se tornará o tenista mais velho a assumir o topo do ranking mundial, jogará a final do ATP 500 de Roterdã contra o búlgaro Grigor Dimitrov, após eliminar o italiano Andrea Seppi nas semifinais, neste sábado (17).

Federer derrotou Seppi (83º) em dois sets, 6-3, 7-6 (7/3). O italiano havia entrado na chave principal do torneio como 'lucky loser', aproveitando a desistência de um adversário.

Na sexta-feira (16), Federer entrou para a história do tênis ao derrotar o holandês Robin Haase, um resultado que lhe garante recuperar aos 36 anos e 6 meses o posto de número 1 do mundo, ultrapassando o arquirrival Rafael Nadal, que cairá para o segundo lugar. O suíço voltará ao topo do ranking ATP pela primeira desde novembro de 2002.

Na outra semifinal, Dimitrov se classificou à final se beneficiando do abandono do belga David Goffin, que vencia a partida contra o búlgaro por 6-3, 0-1 quando não teve mais condições de jogo.

Goffin se viu obrigado a abandonar após acertar uma bolada na própria cara ao tentar um voleio. Com os olhos visivelmente irritados, o belga foi examinado pelo médico, que constatou que o tenista não poderia continuar.

Veja também

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira
Seleção Brasileira

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho
Eliminatórias da Copa

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho