Após polêmico Santos x Flamengo, Vuaden apitará jogo da Série B

Árbitro havia anotado pênalti em favor do Peixe, na última quarta-feira, mas mudou a decisão após consulta com o quarto árbitro

Leandro Vuaden Leandro Vuaden  - Foto: Ricardo Nogueira/Folhapress

Contestado pela atuação na partida entre Santos e Flamengo, no meio de semana, na Vila Belmiro, pela Copa do Brasil, o árbitro Leandro Vuaden será incluído na programação de jogos da Série B do Brasileirão para este fim de semana.

Em entrevista ao "Fox Sports", o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Coronel Marinho, disse que o juiz não foi barrado. "Não [apita Série A no fim de semana], até porque existe um rodízio entre eles [os árbitros]", frisou Marinho. "Ele pode apitar na próxima rodada tranquilamente", complementou.

A relação da escala da arbitragem para a Série B ainda não foi divulgada pela CBF.
Coronel Marinho reforçou que não houve interferência externa na jogada envolvendo choque entre Bruno Henrique e Rever. Vuaden havia anotado pênalti em favor do Santos, mas mudou a decisão após consulta com o quarto árbitro. O time da Baixada chegou a enviar um ofício à CBF pedindo a anulação do jogo que custou a queda na Copa do Brasil.

O presidente da Comissão de Arbitragem conta que foram usados quatro rádios para uso da arbitragem e que é avisado para que não haja outro modo de comunicação.

"Você vê que o árbitro ficou com dúvida. Ele marca, mas não ficou convicto. Bateu interrogação na cabeça dele. Pediu informação pelo ângulo melhor. A distância era grande sim, mas ele [quarto árbitro] tem grande experiência", disse Marinho.

ÁRBITRO DE VÍDEO
Em entrevista ao canal Esporte Interativo, Vuaden falou que gostaria da aprovação rápida da arbitragem de vídeo. "Não quero mais passar por essa situação. Não quero passar por isso novamente, sei que estou sujeito, como árbitro de futebol. O replay e a televisão tem outros ângulos, mas não podemos aproveitar, quem sabe isso pode acontecer."

O árbitro reiterou que não vê problema em reverter uma decisão. "Não tenho problema nenhum de voltar atrás, desde que eu esteja acertando. Não admito atribuir que houve interferência externa em minha decisão."

Sobre o fato de ter sido escalado para apitar um jogo da Série B, Vuaden também não vê problema. "Sou um cara muito tranquilo, procuro desempenhar. Como empregado, vou sempre respeitar. Não tenho nenhum tipo de problema ou vaidade com isso. Só quero apitar futebol, independentemente da divisão", concluiu.

Veja também

Mundial de Handebol: Brasil perde para Hungria por 29 a 23
Handebol

Mundial de Handebol: Brasil perde para Hungria por 29 a 23

Ídolo do Sport, Fumagalli vai ao hotel rubro-negro em São Paulo para apoiar jogadores
Sport

Ídolo do Sport, Fumagalli vai ao hotel rubro-negro em São Paulo para apoiar jogadores