Santa Cruz

Após gol, Lourenço enxerga artimanha para manter a boa fase: 'Ficar próximo de Pipico'

Atacante não é acostumado a balançar as redes, mas se comportou como a referência coral no gol que deu o triunfo ao Santa

Lourenço, autor do gol que deu a vitória ao Santa Cruz sobre o Treze/PB, pela Série CLourenço, autor do gol que deu a vitória ao Santa Cruz sobre o Treze/PB, pela Série C - Foto: Rafael Melo/SCFC

Há menos de um mês no Arruda, Lourenço foi contratado para abastecer as extremidades do ataque coral. A versatilidade do atleta é um dos pontos mais valorizados, preenchendo o espaço atrás do atacante ou pelos lados, onde costuma atuar. Agora, o atacante aparenta estar adaptado ao elenco e na lista de preteridos de Marcelo Martelotte para o time titular. O crescimento culminou na vitória contra o Treze/PB, quando foi o autor do único tento da partida. Os números da sua carreira constatam o simbolismo do gol neste momento.

Em quatro temporadas, Lourenço atuou em 99 jogos pelo Avaí e anotou quatro gols. Em 2020, estufou as redes antes da paralisação do futebol, em março, pelo Campeonato Catarinense, no empate da equipe de Florianópolis com o Concórdia. 

Mesmo assim, ele mostrou um faro de gol impecável para fazer uso da falha do adversário paraíbano que o deixou em condição de completar para as redes. “Tive muita felicidade de o primeiro homem perder a passada e eu conseguir desviar. Fico muito feliz por ter feito gol e ajudado a equipe”, afirmou.

É difícil antecipar a leitura de jogo de Pipico, mas e se seguir os passos dele? Lourenço já soube identificar onde deve ficar para fazer sucesso ao lado do camisa nove. “ É um cara que a bola procura dentro da área, então vou ficar próximo dele, porque se passar dele, vou estar ali pra fazer o gol”, apontou, com um leve tom de brincadeira.

Questionado se a concorrência interfere de alguma forma no grupo, Lourenço elogiou o nível de respeito entre os colegas que, segundo ele, contribui na evolução técnica e companheirismo. “É uma disputa boa. Eleva o nível do trabalho, deixa todo mundo atento, porque jogador não quer ficar fora do jogo. Isso eleva o nível de concentração no treino, onde o treinador pode levar pro jogo. É uma disputa sadia, acho importante pro grupo.”

 

Veja também

Santa empata com Ferroviário/CE e encerra primeira fase da Série C
Série C

Santa empata com Ferroviário/CE e encerra primeira fase da Série C

Acompanhe em tempo real a partida Santa Cruz x Ferroviário
Futebol

Acompanhe em tempo real a partida Santa Cruz x Ferroviário