A-A+

Transtorno

Após reclamações, Náutico justifica demora para liberação de cadastro de torcedores que vão à Arena

Em nota, clube pede desculpas por transtorno causado por aplicativo do passaporte de vacinação

Foto: Divulgação

Horas antes da partida que marca o retorno do público aos estádios em Pernambuco, o Náutico emitiu um comunicado para esclarecer os problemas enfrentados e denunciados por torcedores, para a aquisição do ingresso. De acordo com o clube, as dificuldades são decorrentes do protocolo estabelecido pelo Governo do Estado e acredita que o serviço será normalizado ainda nesta tarde, para que a totalidade dos compradores possam garantir presença na partida.

O protocolo do Governo recomenda o uso do passaporte de vacinação, por meio da plataforma Chronus i-Passport, atendido pelo Náutico. De acordo com o clube, a dificuldade encontrada pelos torcedores para garantir a compra do ingresso está na plataforma, pois requer checagem de informação com o Ministério da Saúde, para confirmação dos vacinados. 

Desde a liberação dos cadastros na plataforma, os torcedores reclamaram de atraso na liberação do ingresso, resultando em indefinição sobre a presença de boa parte da torcida nesta terça. Está permitida pelo Governo, a presença de até 2.500 torcedores.  

Segundo a nota divulgada pelo Náutico, 1.069 cadastros haviam sido liberados na plataforma até as 15h desta terça e o clube prevê que o número chegue a 2.000, até o fim da tarde.

Ainda de acordo com o clube, os torcedores que não conseguirem ir até a Arena de Pernambuco, mesmo tendo comprado ingressos, terá a entrada garantida para a próxima partida do Timbu em casa, diante do Goiás, na próxima terça-feira (5).

Confira a nota na íntegra:

O Clube Náutico Capibaribe vem a público esclarecer os fatos que cercam a partida desta terça-feira (28), diante do CRB, na Arena de Pernambuco, e que marca a volta da nossa torcida aos estádios. De antemão, importante destacar que todas as ações feitas pelo Náutico seguem a risca o que determina o protocolo estabelecido pelo Governo de Pernambuco. Isto inclui a contratação de uma plataforma de passaporte profilático que, neste caso, é a Chronus i-Passport.

Os cadastros para a torcida alvirrubra foram liberados no último sábado (25). Desde então, muitos torcedores tiveram seus acessos ao aplicativo autorizados, ficando aptos para comparecer ao jogo desta terça. Contudo, outros alvirrubros e alvirrubras continuam enfrentando problemas na ativação. Este atraso se dá por conta da necessidade de checar as informações junto ao Ministério de Saúde, como forma de comprovar a vacinação daquele torcedor ou torcedora. Isto consiste na reprovação daqueles que, por algum motivo, cadastraram informações incondizentes com a realidade no ato do seu cadastro, como, por exemplo, a afirmação de que tomou duas doses da vacina contra a Covid-19, quando, na verdade, recebeu apenas uma, ou que tenham colocado cartões de vacina de terceiros. 

Até às 15h desta terça-feira, 1.069 cadastro foram liberados no aplicativo. A previsão é de que até o final da tarde este número chegue a 2 mil, liberando assim todos aqueles que fizeram o cadastro e que não erraram nenhuma das informações. 

Ressaltamos que a plataforma Chronus i-Passport é uma das duas únicas credenciadas em Pernambuco para fazer este controle vacinal, além de ser usada em vários Estados do Brasil. Voltamos a ressaltar que o uso deste tipo de aplicativo é uma exigência do Governo do Estado. 

Viemos a público pedir desculpas à nossa torcida, por conta dos transtornos enfrentados neste primeiro jogo. É uma operação que requer cuidados com a segurança, tendo a vida em primeiro lugar.

Ressaltamos ainda que, como já divulgado no último domingo (26), quem não conseguir ir à Arena de Pernambuco hoje, mesmo tendo ingresso em mãos, terá sua entrada assegurada em nosso próximo jogo em casa, na terça-feira (5), contra o Goiás.

Veja também

'Tudo é homofobia, tudo é feminismo', ironiza Bolsonaro sobre punição a Maurício Souza
Homofobia

'Tudo é homofobia, tudo é feminismo', ironiza Bolsonaro sobre punição a Maurício Souza

Barcelona demite o técnico Ronald Koeman
Campeonato Espanhol

Barcelona demite o técnico Ronald Koeman