A-A+

Após uma década, Atlético-GO e Santa se reencontram na Copa do Brasil

Rubro-negro goiano bateu o União Rondonópolis por 1x0 e garantiu vaga na próxima fase da competição

Brasão comemorando gol com a camisa do Santa CruzBrasão comemorando gol com a camisa do Santa Cruz - Foto: Marcos Pastich/Arquivo Folha

Definido o adversário do Santa Cruz na segunda fase da Copa do Brasil. Trata-se do Atlético-GO, velho conhecido dos pernambucanos, que bateu o União Rondonópolis-MT por 1x0, fora de casa, pela primeira fase da Copa do Brasil e carimbou a classificação à segunda fase do certame. O duelo ainda não tem data e horário definido, mas o confronto está marcado para acontecer no estádio Olímpico, em Goiânia. Os jogos da segunda fase estão distribuídos entre os dias 19 e 26 de fevereiro e 04 de março.

Com o resultado sobre os mato-grossenses, o Dragão assegurou R$ 1,03 milhão. Já o Santa, depois de bater o Operário-VG, na última quarta, garantiu R$ 650 mil para os cofres do Arruda. Nesta fase, a disputa continua sendo em jogo único, a diferença é que, em caso de empate, a classificação passa a ser defendida nos pênaltis.

Após dez anos, tricolores e rubro-negros voltam a medir forças na segunda competição mais importante do Brasil, desta vez pela 2ª fase do certame. Relembre a campanha do Mais Querido no período. 

Copa do Brasil 2010
A Cobra Coral vinha de boa campanha. Após passar pelo América-AM nos dois jogos disputados (ida e volta), pelo antigo regulamento, o Santa Cruz encarou o Botafogo-RJ. Pela segunda fase, a equipe coral, que na época contava com Brasão e Elvis, perdeu o primeiro jogo no José do Rego Maciel por 1x0, com o argentino Herrera marcando o gol da vitória para os cariocas.

No jogo da volta, a torcida coral presente no Engenhão viu um time diferente, empenhado em avançar a qualquer preço. E assim foi feito. Em jogo dramático, o Tricolor não se intimidou com a diferença de folha salarial em relação ao Fogão nem com a presença de Loco Abreu importunando a área do goleiro Tuti. Com gols de Léo, Brasão e Souza, a Cobra Coral conseguiu reverter a situação no Engenhão, eliminando o alvinegro carioca depois de um suado 3x2. 

Depois foi a vez do Tricolor do Arruda enfrentar o Atlético Goianiense. O último confronto entre as duas equipes pela Copa do Brasil foi justamente protagonizado em 2010, pela terceira fase da competição nacional. Diferente da atuação no segundo jogo diante do Botafogo, o Santa cochilou em boa parte do confronto e viu o sonho da classificação se distanciar, após ser dominado pelo Dragão em pleno Arruda, e ser derrotado por 2x1 de virada, diante dos mais de 39 mil tricolores. No jogo da volta, em Goiânia, não foi muito diferente e a equipe comandada pelo técnico Dado Cavalcanti caiu novamente, dessa vez, por 2x0 e se despediu da competição.

Depois de uma década, a expectativa é que o reencontro entre tricolores e rubro-negros no certame nacional ganhe em equilíbrio, emoção e, principalmente, técnica, mesmo sendo início de temporada.

Leia também:
Santa empata com o Operário-VG, mas se classifica na Copa do Brasil
Após classificação valiosa, Schulle parabeniza ‘entrega’ da equipe
Por necessidade, Santa pode ter mudanças diante do Fortaleza

Veja também

Chateado com gols de bola aérea, Florentín lamenta postura contra Palmeiras: 'ficamos muito atrás'
Sport

Chateado com gols de bola aérea, Florentín lamenta postura contra Palmeiras: 'ficamos muito atrás'

Sport sai na frente, não consegue segurar pressão e sofre virada para o Palmeiras
Campeonato Brasileiro

Sport sai na frente, não consegue segurar pressão e sofre virada para o Palmeiras