Arena de Pernambuco se candidata a receber final da Sul-Americana

Conmebol divulgou a relação dos estádios postulantes para sediar as finais das competições continentais de clubes entre 2021 e 2023

Arena de PernambucoArena de Pernambuco - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

A Arena de Pernambuco é uma das postulantes a sediar a final da Copa Sul-Americana. Nesta quinta (14), a Conmebol divulgou a relação dos estádios que possuem interesse em receber decisões de competições continentais de clubes entre 2021 e 2023. Além do palco pernambucano, um dos locais que abrigou jogos da Copa do Mundo de 2014, outras arenas brasileiras também se candidataram para servir de casa nas próximas partidas valendo o título da Libertadores da América e da Sul-Americana.

Para o próximo ano, os representantes brasileiros que entraram na disputa para receber a final da Libertadores foram Arena da Baixada (Paraná), Beira-Rio (Rio Grande do Sul), Arena Corinthians e Morumbi (ambos em São Paulo). Estádios da Argentina, Chile e Equador também concorrem. Em 2022, na mesma competição, o quarteto do Brasil também está na disputa, com o acréscimo do Maracanã (Rio de Janeiro). Nos demais países sul-americanos, os adicionais são Peru e Uruguai. Em 2023, a lista verde-amarela se repete. Nos demais, sai Uruguai e entra Colômbia.

Na Sul-Americana de 2021 a 2023, concorrem pelo Brasil, além da Arena de Pernambuco, os estádios Mané Garrincha (Brasília), Arena da Baixada (Paraná), Beira-Rio (Rio Grande do Sul), Arena Castelão (Ceará), Arena Fonte Nova (Bahia) e Maracanã (Rio de Janeiro). Chile, Colômbia, Peru, Equador e Argentina també, tentam sediar o evento.

Leia também:
Sport não descarta chegadas, mas atual elenco deve ter saídas
Conmebol recua e evita projetar datas para Libertadores e Eliminatórias

Veja também

Pedro Barros brilha e fica com a prata no skate park
Jogos Olímpicos

Pedro Barros brilha e fica com a prata no skate park

Darlan Romani chega perto de novo, mas não vai ao pódio no arremesso de peso
Jogos Olímpicos

Darlan Romani chega perto de novo, mas não vai ao pódio no arremesso de peso