Argentina apura supostos casos de abuso sexual a ginastas

Após escândalo de pedofilia nas categorias de base do futebol, Comitê Olímpico da Argentina apresentou denúncia contra um técnico da seleção de ginástica

Gerardo Werthein, presidente do Comitê Olímpico da ArgentinaGerardo Werthein, presidente do Comitê Olímpico da Argentina - Foto: Divulgação

O Comitê Olímpico da Argentina apresentou uma denúncia judicial contra um técnico da seleção de ginástica por supostos abusos sexuais de atletas, dias depois do surgimento de um escândalo de pedofilia nas categorias de base de clubes de futebol do país. "Nosso dever é nos apresentar à justiça e pedir que isso seja investigado, se há um culpado, que seja condenado e que a identidade dos danificados seja protegida", declarou nesta terça-feira (3), à emissora TN, o presidente do Comitê Olímpico da Argentina, Gerardo Werthein.

A denúncia foi apresentada em um momento em que ainda resta conhecer o alcance de uma investigação judicial que sacode clubes de futebol, como River Plate e Independiente, sobre uma rede de prostituição de menores nas categorias de base. Werthein explicou que um promotor deu sequência à denúncia a partir do testemunho de um atleta, hoje de cerca de 40 anos, que disse ter sofrido abusos por parte de técnicos quando era menor de idade.

"Sei que houve conversas entre os atletas (sobre supostos abusos). Nos pareceu incrível que tenha ocorrido por tanto tempo sem que ninguém fizesse algo", declarou o presidente do Comitê Olímpico da Argentina. Embora Werthein não tenha revelado a identidade do suposto abusador, o sujeito ainda trabalha como técnico. "Quando vimos esta situação, sabíamos que não podíamos continuar com esta relação (de trabalho)", declarou, revelando que o acusado foi desligado de suas funções.

Leia também:
Polícia dos EUA prende outro médico acusado de abuso
Nassar é condenado de novo, e pena chega a 125 anos
Médico que abusou de ginastas sofre denúncia de um homem
COI investigará casos de abuso sexual a ginastas dos EUA

Sobre a quantidade de vítimas que podem ter sido abusadas, Werthein considerou que "é difícil saber". "Sabemos que são várias, mas o que mais nos preocupa é tutelar os atletas para que sintam que tem apoio. Há um tema moral, pessoal, estamos falando de garotos, isso precisa ser investigado a fundo", declarou.

No caso do futebol, o escândalo surgiu há duas semanas com a denúncia de dirigentes do Independiente após um jovem relatar abusos a um psicólogo do clube. As investigações também se estendem aos clubes River Plate e Temperley.

Veja também

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira
Seleção Brasileira

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho
Eliminatórias da Copa

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho