Copa América

Argentina derrota Paraguai e assume ponta do Grupo A

Alviceleste garante a classificação antecipada às quartas de final da competição

Único gol da partida foi marcado pelo meia Papu Gómez, aos nove minutos da primeira etapaÚnico gol da partida foi marcado pelo meia Papu Gómez, aos nove minutos da primeira etapa - Foto: Evaristo Sa

No estádio Mané Garrincha, em Brasília, a Argentina derrotou o Paraguai por 1 a 0 na noite desta segunda-feira (21). A vitória no jogo válido pela 3ª rodada do Grupo A da Copa América deixou a equipe de Lionel Messi na liderança isolada da chave com sete pontos e a classificação antecipada às quartas de final da competição. Já o time paraguaio fica na 3ª posição com três pontos.

Além disso, o jogo marcou também a chegada de Messi a 147 partidas com a camisa argentina. Desta forma, o craque do Barcelona se tornou, ao lado de Mascherano, um dos jogadores com mais jogos pela Argentina.

O único gol da partida foi marcado pelo meia Papu Gómez, aos nove minutos da primeira etapa. O jogador do Sevilla aproveitou bela jogada coletiva para superar o goleiro Antony Silva. Aos 16 minutos, Messi quase deixou o seu, em cobrança de falta que terminou com a bola raspando a trave. Na sequência, o jogo seguiu bastante equilibrado, com poucas chances de lado a lado.

Na segunda etapa, em desvantagem, o Paraguai tentou forçar mais o ritmo. Porém, foram poucas as oportunidades de gol. No primeiro minuto, Arzamendia, de dentro da área, finalizou forte, mas ele acabou travado pela zaga argentina. Aos 30, o Paraguai teve uma boa falta dentro da meia-lua, mas Ángel Romero cobrou mal.

Na próxima rodada a Argentina folga e o Paraguai enfrenta o Chile na quinta-feira (24), às 21h (horário de Brasília). O próximo jogo da Argentina será na próxima segunda-feira (28) contra a Bolívia.

Veja também

Tênis: Djokovic também vai disputar torneio de duplas mistas em Tóquio
JOGOS OLÍMPICOS

Tênis: Djokovic também vai disputar torneio de duplas mistas em Tóquio

Ketleyn cita 'lembranças maravilhosas' de Tóquio e não descarta ir a Paris-2024 aos 36 anos
JOGOS OLÍMPICOS

Ketleyn cita 'lembranças maravilhosas' de Tóquio e não descarta ir a Paris-2024 aos 36 anos