Argentina tenta superar Messidependência;Chile em apuros

Chilenos e argentinos fizeram final da última Copa América

Bumblebee (2018)Bumblebee (2018) - Foto: Divulgação

Finalistas das últimas duas edições da Copa América, Chile e Argentina se encontram em situação complicada nas eliminatórias para a Copa do Mundo, com a 'Roja' fora da zona de classificação e os 'Hermanos' irreconhecíveis na ausência de Messi.

Atual bicampeã continental, a seleção chilena começou bem sua campanha, com vitória em casa sobre o Brasil (2-0), mas caiu de rendimento desde que voltou da Copa América do Centenário, com duas derrotas e um empate nas últimas três rodadas. Os comandados de Juan Antonio Pizzi ocupam apenas a sétima posição, com 11 pontos, cinco atrás da Argentina, última da zona de classificação. Depois de levar uma tremenda surra no Equador (3-0), os chilenos disputam o 'clássico do Pacífico', um duelo nada pacífico entre dois países que travam uma rivalidade histórica.

Na quinta-feira, os peruanos arrancaram o empate em 2 a 2 com a Argentina, com ótima atuação de Paolo Guerrero. O atacante do Flamengo marcou um gol e sofreu o pênalti que resultou no outro, convertido pelo são-paulino Cueva.

Poder de fogo uruguaio

Com este tropeço, os argentinos caíram a quinta posição, que dá direito a vaga na repescagem, com os mesmos pontos de Equador (3°) e Colômbia (4º). Nesta terça-feira, terão que superar a Messidependência contra o Paraguai, sexto colocado com 12 pontos.

O craque do Barcelona só esteve em campo em três jogos da 'alviceleste', com 100% de aproveitamento. Na sua ausência, porém, os 'Hermanos' venceram apenas um dos sete jogos que disputaram, somando apenas sete pontos de 18 possíveis, para um aproveitamento de 39%.

Como se não bastasse, o técnico Edgardo Bauza terá que escalar uma defesa totalmente reformulada, por causa da suspensão de Otamendi, Funes Mori e Zabaleta, que devem ser substituídos por Musacchio, Demichelis e Mercado. Apenas Marcos Rojo será mantido, na lateral esquerda.

Já o Uruguai coloca a liderança a prova na Colômbia, contra uma seleção 'cafetera' que não pode contar com seu maior craque, o meia James Rodríguez. A 'Celeste' aposta no poder de fogo na dupla Cavani-Suárez. O primeiro é artilheiro das eliminatórias, com sete gols marcados, quatro nos últimos dois jogos. Já 'Luisito' Suárez virou 'garçom' de luxo, com cinco assistências.

Os uruguaios chegam à Colômbia num ótimo momento, mas nunca é fácil ganhar em Barranquilla. Em caso de tropeço, o Brasil tem tudo para assumir a liderança, já que visita o lanterninha Venezuela para manter 100% de aproveitamento sob comando de Tite.

Programação das partidas desta terça-feira, pela décima rodada das eliminatórias (horário de Brasília)

(17h00, em La Paz) Bolívia - Equados

(17h30, em Barranquilla) Colômbia - Uruguai

(20h30, em Cordoba) Argentina - Paraguai

(20h30, em Santiago) Chile - Peru

(21h30, em Merida) Venezuela - Brasil

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Uruguai 19 9 6 1 2 19 5 +14

2. Brasil 18 9 5 3 1 21 9 +12

3. Equador 16 9 5 1 3 16 12 +4

4. Colômbia 16 9 5 1 3 13 10 +3

5. Argentina 16 9 4 4 1 10 7 +3

6. Paraguai 12 9 3 3 3 9 12 -3

7. Chile 11 9 3 2 4 13 15 -2

8. Peru 8 9 2 2 5 10 17 -7

9. Bolívia 7 9 2 1 6 9 18 -9

10. Venezuela 2 9 0 2 7 9 24 -15

Veja também

Palmeiras anuncia contratação do técnico português Abel Ferreira
Futebol

Palmeiras anuncia contratação do técnico português Abel Ferreira

Sem casos no Sport, Jair se solidariza com Kleina e Martelotte, diagnosticados com Covid
Sport

Sem casos no Sport, Jair se solidariza com Kleina e Martelotte, diagnosticados com Covid