Arrudinha será ponto de armazenamento e distribuição de cestas básicas

Quadra do José do Rego Maciel ficará disponível à Prefeitura do Recife, sendo um dos pontos de distribuição de cestas básicas para a população sócio e economicamente mais vulnerável em meio à crise

Arrudinha, ginásio do Santa CruzArrudinha, ginásio do Santa Cruz - Foto: Divulgação

Depois de ceder o setor social das dependências do Arruda ao Governo do Estado e às autoridades de saúde para ação de preservação da saúde das pessoas afetadas pela Covid-19 em Pernambuco, o Santa Cruz agora estreita conversas com a Prefeitura do Recife para ceder o Arrudinha, o ginásio esportivo do estádio, que ainda nesta semana deve começar a servir como ponto de armazenamento e distribuição de cestas básicas para a população que se encontra em vulnerabilidade social e econômica, situação agravada com a chegada da pandemia.

“A gente agora deve ceder a parte da quadra para atender à Prefeitura e para ser um ponto de distribuição de cestas básicas. Vamos armazenar lá, temos nossos seguranças e a PCR vai reforçar a segurança também. Entre quarta e quinta-feira já vão estar armazenando cestas básicas para distribuir para a população. É uma ação importante demais”, informou o presidente do Santa Cruz, Constantino Júnior, pontuando que existe a expectativa de também ceder a parte frontal das dependências do estádio ao Governo do Estado para servir como ponto de vacinação contra a gripe. 

Leia também:
Derlis Alegre relata rotina difícil, mas diz estar ansioso para estrear pelo Santa 
Executivo coral revela formulação de documento para obtenção de aporte financeiro
Planejamento do zero será nova rotina do Santa antes de retorno dos jogos

No último dia 20 deste mês, assim como os rivais dentro de campo Náutico e Sport, o Tricolor colocou todo o setor social à disposição do governo estadual e das autoridades de saúde, caso necessário, para receber pessoas afetadas pelo novo coronavírus.

O Santa Cruz suspendeu suas atividades no último dia 17 deste mês. Inicialmente, a Cobra Coral teria o calendário normalizado nesta quarta-feira (01), mas devido ao avanço do vírus em Pernambuco, adiou o retorno do Departamento de Futebol e das atividades administrativas, sociais e de arrecadação para o próximo dia 14 de abril, com possibilidade de que uma nova data seja marcada caso a pandemia ainda não tenha sido controlada.

Veja também

Seleção brasileira de vôlei feminino vence Coreia do Sul na estreia
Jogos Olímpicos

Seleção brasileira de vôlei feminino vence Coreia do Sul na estreia

Brasil nada bem e conquista vaga na final do 4x100m livre masculino nas Olimpíadas
Jogos Olímpicos

Brasil nada bem e conquista vaga na final do 4x100m livre masculino nas Olimpíadas