Artilheiro do Pernambucano assina com o Boa Esporte

Diego Ceará é mais um destaque do Afogados que não permanece; diretoria promete reposição

Diego Ceará reforça ataque do BoaDiego Ceará reforça ataque do Boa - Foto: Divulgação

A história excepcional do Afogados na Copa do Brasil ainda tem consequências no planejamento do elenco. Após Philip acertar a ida para o Sport, é a vez de Diego Ceará se despedir do clube. O atacante de 26 anos assinou contrato com o Boa Esporte, que oficializou a nova contratação através das redes sociais.

Leia também:

Com apenas dois atletas garantidos, Afogados tenta fazer acordos

Afogados teme debandada caso Estadual não volte até abril 

Em suas primeiras palavras como atleta do time de Varginha/MG, Diego se mostra animado com a projeção nacional e o salto de divisão. “Fico feliz em ter essa oportunidade de defender a equipe do Boa, sei que é um grande clube e tenho certeza que a diretoria vai fazer uma equipe forte e competitiva, para assim conseguirmos conquistar o objetivo do clube, que é o acesso pra Série B! Vou dar o meu melhor pra que possamos juntos conseguir atingir essa meta,” acentuou. Na segunda passagem no Afogados, Diego se tornou o artilheiro do Pernambucano, onde anotou 7 gols. Ele ainda marcou duas vezes na Copa do Brasil.

A saída de mais um dos destaques da Coruja era calculada internamente. Josinaldo dos Anjos, vice-presidente do clube, explica que estava ciente do interesse em Diego, mas a atual realidade financeira por conta da paralisação impossibilitou qualquer tipo de leilão. “Ele tinha sinalizado que tinha um time da Série C interessado nele, aí falei que a gente não tinha condição em disputar jogador com time da Série C. Passei a ele a realidade do clube para o segundo semestre, de que a redução salarial iria existir. Eu disse a ele ‘até manter seu salário é difícil, porque pra manter o seu tenho que manter de todos os atletas.”, falou. Os sertanejos reduziram cerca 30% do bolso dos jogadores.

Sem jogos, os bastidores também se movimentam na Coruja. De acordo com Josinaldo, a diretoria já virou a página e encaminha acordos com outros nomes. Ele, contudo, lamenta que alguns contratados ficarão indisponíveis para entrar em campo no Campeonato Pernambucano porque já atuou por outro clube inscrito. “Tenho atletas encaminhados, porém ele não pode jogar o Pernambucano porque já jogou. A gente quer um atleta que venha jogar o Pernambucano e a Série D, porque senão o custo vai aumentar. Mas estamos em busca de um possa que jogar as duas (competições)”. O dirigente afirmou que aguarda fechar os contratos até sexta-feira 

Veja também

Santa Cruz perde por 1 a 0 do Botafogo-PB e encerra primeiro turno na lanterna do grupo A
Série C

Santa Cruz perde por 1 a 0 do Botafogo-PB e encerra primeiro turno na lanterna do grupo A

Bolsa Atleta contempla 80% da delegação brasileira em Tóquio
OLIMPÍADAS

Bolsa Atleta contempla 80% da delegação brasileira em Tóquio