Sport

Artilheiro do Sport no ano, Elton vê disputa "acirrada" por posição no ataque

Atacante fez cinco gols nos últimos três jogos do Leão e tomou titularidade de Hernane na estreia do Brasileiro

Elton comemora gol que abriu o placar contra o CearáElton comemora gol que abriu o placar contra o Ceará - Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Responsável por dois dos três gols do Sport na vitória contra o Ceará, Elton foi o grande nome da equipe rubro-negra, na estreia do Leão no Brasileiro. Depois de anotar três tentos em dois compromissos consecutivos no quadrangular do rebaixamento, o camisa 19 tomou a titularidade de Hernane e manteve os bons números ante o Vozão. Alvo da torcida desde o ano passado, o atacante agradeceu a sequência dada pelo técnico Daniel Paulista e espera seguir ajudando o Rubro-negro no Nacional.

"Acho que todo jogador precisa de uma sequência, até pra ganhar ritmo, confiança. Nos últimos jogos, Daniel vem me dando essas oportunidades e tenho procurado corresponder dentro de campo, fazendo gols, ajudando a equipe a conquistar as vitórias", falou o jogador. 

Com os gols anotados contra o Ceará, Elton chegou aos sete na temporada, em 15 jogos em que esteve em campo. Ele é o artilheiro isolado do Sport, com dois tentos a mais que Hernane. Antes reserva de Brocador, o baiano de 35 anos enxerga uma disputa saudável pela titularidade da equipe. 

"Centroavante é sempre bom estar fazendo gols, e eu estou tendo a sorte e o privilégio de ajudar a equipe a fazer gols. Sabemos que o Brasileiro é longo, teremos vários jogos, e a briga por posição será acirrada, a cada treino, cada jogo e isso é bom. Nosso elenco é forte, onde todos estão focados em jogar, todos terão oportunidades. Quem estiver em campo tem que dar o máximo, e quem vai ganhar com isso é o Sport", ressaltou.

Veja também

Sport mandará jogos do Brasileiro sub-20 na Arena
Brasileiro sub-20

Sport mandará jogos do Brasileiro sub-20 na Arena

Pernambuco segue sem previsão para liberar torcida nos estádios
Torcida

Pernambuco segue sem previsão para liberar torcida nos estádios