Astro da NFL se aposenta por não suportar lesões e é vaiado

Andrew Luck jogava pelo Indianapolis Colts e, aos 29 anos, oficializou a aposentadoria pela série de lesões seguidas que teve

Andrew Luck anunciou sua aposentadoria no último sábado (24).Andrew Luck anunciou sua aposentadoria no último sábado (24). - Foto: Andy Lyons/AFP

Andrew Luck, um dos mais talentosos quarterbacks da NFL, perdeu a batalha para as lesões e anunciou no último sábado (24) a precoce aposentadoria.

Aos 29 anos, o agora ex-jogador não resistiu às dores espalhadas pelo corpo e à luta para se manter saudável mentalmente e encerrou um ciclo de quatro anos de lesões seguidas, abrindo mão do sonho de seguir jogando na maior liga de futebol americano no mundo pelo Indianapolis Colts - e de muito dinheiro. Por isso, foi vaiado pela própria torcida.

Luck foi selecionado como a primeira escolha do Draft de 2012 pelos Colts. Além da pressão de ser o número 1, o quarterback ainda seria o substituto do ídolo Peyton Manning. O início com a franquia foi promissor, e o jovem cumpriu as expectativas e levou o time aos playoffs logo na temporada de estreia.

Leia também:
Campeão da NFL, Cedric Benson morre em acidente de moto

Em 2014, ele liderou a NFL em passes para touchdown, com 40, além de bater o recorde dos Colts com 4.761 jardas lançadas em uma única temporada. Luck e o time chegaram à final da Conferência Americana, mas foram derrotados pelo New England Patriots no último degrau antes do Super Bowl.

Este jogo ficou marcado pelo episódio das bolas murchas, o "Deflategate". Os Patriots foram acusados de deixar as bolas mais murchas que o normal para prejudicar os rivais. Tom Brady foi acusado de participar do plano e acabou suspenso por quatro jogos.

No total, Luck levou seu time aos playoffs em quatro temporadas, sendo a última em 2018, quando retornou aos gramados depois de ficar a temporada inteira de 2017 afastado por lesões. O quarterback ganhou o prêmio "Comeback Player of the Year Award" após ficar 586 dias em recuperação.

Luck começou a sofrer com dores no ombro direito em 2015 e adiou a cirurgia até 2017. Ainda em 2015, o jogador perdeu alguns jogos por conta de uma pancada recebida em um jogo contra o Denver Broncos. Ele rompeu um músculo abdominal e teve o rim "dilacerado".

Depois de uma temporada de 2018 brilhante, a expectativa era alta para a sequência de Luck no comando do ataque dos Colts, porém uma nova lesão, agora na panturrilha, o afastou dos jogos da pré-temporada da NFL.

Essa lesão, aparentemente menos grave que as anteriores, abalou mentalmente o jogador, que chegou a ser vaiado pela torcida durante o jogo contra o Chicago Bears quando a notícia da aposentadoria foi dada por Adam Schefter, jornalista da ESPN americana. Horas depois, Luck fez o anúncio oficial.

"Esta não é uma decisão fácil. Eu tenho estado preso neste processo. Não tenho conseguido viver a vida que eu gostaria. Isso tem tirado a alegria de jogar o jogo... O único jeito de seguir em frente é me removendo do esporte", explicou.

Veja também

Atleta da seleção é criticada após fala preconceituosa sobre Paulo Gustavo
Futebol

Atleta da seleção é criticada após fala preconceituosa sobre Paulo Gustavo

Acompanhe todos os detalhes do Clássico das Emoções, válido pela fase semifinal do Pernambucano
Decisão

Acompanhe todos os detalhes do Clássico das Emoções, válido pela fase semifinal do Pernambucano