Futebol

Atacantes do Santa não marcam gols há oito jogos

O último tento foi de Léo Gaúcho. De lá para cá, time só fez quatro gols no período, mas nenhum foi dos homens da frente

Pipico, atacante do Santa CruzPipico, atacante do Santa Cruz - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Há quase dois meses, o Santa Cruz não sabe o que comemorar um gol de um atacante. A última vez que um atleta da posição balançou as redes foi no dia 18 de abril, na derrota por 2x1 para o Náutico, nos Aflitos, na primeira fase do Campeonato Pernambucano. Léo Gaúcho foi o autor do feito. De lá para cá, o Tricolor teve oito compromissos, com quatro bolas na rede, mas nenhuma dos homens da frente.

Depois do Clássico das Emoções, o Santa passou dois jogos sem balançar as redes, contra Salgueiro, no empate em 0x0, e na derrota por 2x0 para o Sete de Setembro, por 2x0, ambas pelo Estadual. Depois, pela mesma competição, venceu o Retrô por 3x2, com gols do lateral Eduardo, do volante Elicarlos (que já deixou o clube) e do meia Chiquinho.

Nas cinco partidas seguintes, apenas um gol marcado. Com um detalhe: o tento foi contra, de Paiva, atacante do Náutico, pela semifinal do Pernambucano, com derrota por 2x1 para o rival. Nos demais, dois empates sem gols perante o Afogados, nos jogos pelas quartas de final do Estadual, outro 0x0, pela Série C, ante o Floresta, e a derrota na estreia do torneio nacional, por 2x0, diante do Manaus.

Em 23 jogos disputados na temporada, o Santa tem 20 gols, média abaixo de um por jogo. Pipico, principal nome do setor ofensivo, tem quatro tentos na temporada, mas não balança as redes há 12 partidas. O artilheiro do time até o momento é o meia Chiquinho, com cinco gols. 

Para melhorar o desempenho ofensivo, o Santa anunciou as contratações dos atacantes Frank, Lucas Batatinha e Wallace Pernambucano. O último carrega a maior esperança da torcida. O atleta de 34 anos, ex-Náutico, chegou com moral após o bom início de 2021 pelo América/RN, com 14 gols em 16 jogos. 

Veja também

Tite promete novas mudanças no Brasil e critica gramado do Nilton Santos
Seleção Brasileira

Tite promete novas mudanças no Brasil e critica gramado do Nilton Santos

Veja os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil
Sorteio

Veja os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil