Ataque tem bom começo de temporada no Arruda

Até agora, em cinco partidas, o Santa Cruz já anotou nove gols. É uma média de quase dois por duelo

Elias deve voltar ao time coralElias deve voltar ao time coral - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

O início de temporada do Santa Cruz pode ser considerado positivo. Afinal, o time encerrou 2018 enfrentando grave crise financeira, não trouxe nomes badalados para o elenco e esperava-se o pior. Até agora, o Tricolor já venceu dois jogos, empatou outros dois e só perdeu um, para a forte equipe do Bahia. Portanto, resultados melhores do que o esperado. E o que vem chamando a atenção neste começo de ano é a linha de frente coral. O ataque da equipe vem cumprindo bem o seu papel. Boa notícia para o torcedor. Afinal, o setor ainda tem nomes para estrear e ainda não jogou com a força máxima.

Até agora, em cinco partidas, o time comandado por Leston Júnior já anotou nove gols. É uma média de quase dois por duelo - 1,8 por jogo, para ser mais exato. O que torna a situação mais animadora é que o treinador está longe de ter testado todas as opções do elenco. Para se ter uma ideia, o centroavante Pipico, que chegou na reta final do ano passado e foi artilheiro do Santa na Série C,  com seis gols, sequer estreou na temporada 2019. O jogador sofreu uma lesão na coxa esquerda e vem se recuperando. A expectativa é de que participe do jogo contra o ABC, no próximo sábado (02), pela Copa do Nordeste.

Por enquanto, quatro nomes vêm se revezando na frente: Augusto, Neto Costa, e Elias. Este último, por exemplo, é a revelação coral no início da temporada, com três gols marcados. Além dos quatro citados, do reserva Sillas Gomes e de Pipico, há ainda Patrick Vieira e Guilherme Queiroz, ambos recém-contratados e que ainda não estrearam. Ou seja, mais opções atuar na posição. "São dois atletas que jogaram a Série B do ano passado, tiveram férias e se apresentaram no transcorrer de janeiro. Então nós temos que ter uma base física para quando formos utilizá-los, nós os utilizarmos em sequência", afirmou o treinador.

Leia também:
Arruda é vetado novamente, e Santa enfrentará o ABC na Arena
Atletas comemoram eficiência do ataque do Santa Cruz
Leston Júnior exalta "equilíbrio emocional" do Santa Cruz
Santa Cruz goleia Afogados e vira líder do Pernambucano

"Patrick é um meia de bom arremate, com características que gosto muito. Já Guilherme é mais versátil. Trabalha como falso 9, como meia atrás do centroavante, mas temos que esperar para eles darem uma resposta melhor. Os jogadores estão buscando oportunidade", avaliou Leston, que elogia outros jogadores do ataque. "O Neto Costa mesmo, eu fico muito feliz por ele, tem se esforçado muito, entrou na fogueira, porque não é fácil substituir um artilheiro (Pipico). Sillas também entrou com muita vontade, correndo muito. E temos que sempre procurar isso, procurar "ganhar" mais jogadores", avaliou o comandante coral.

Veja também

Chateado, Martelotte se desculpa com o torcedor e lamenta permanência na série C
Santa Cruz

Chateado, Martelotte se desculpa com o torcedor e lamenta permanência na série C

Gestão Constantino Júnior fecha ciclo sem conquistas
Futebol

Gestão Constantino Júnior fecha ciclo sem conquistas