Atletas do Santa suportam gramado encharcado: “Foi pesado”

Após a vitória por 1x0 sobre o Moto Club/MA, jogadores tricolores desabaram no campo por conta do desgaste físico

Atletas do Santa Cruz no vestiário do estádio Castelão, no MaranhãoAtletas do Santa Cruz no vestiário do estádio Castelão, no Maranhão - Foto: Jota Santana/Santa Cruz

Com muita força física e entrega dentro de campo, o Santa Cruz superou o gramado castigado, devido às fortes chuvas, do estádio Castelão, em São Luís do Maranhão, neste sábado de Carnaval. Assim que o árbitro apitou o fim da partida, uma cena chamou a atenção. Desgastados fisicamente, os atletas tricolores desabaram no campo e comemoram bastante a vitória pelo placar de 1x0 sobre o Moto Club/MA, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste.

Leia também: 

Santa quebra invencibilidade do Moto Club e lidera Nordestão 

Leston destaca superação do Santa em vitória no Maranhão 

Nas entrevistas, os jogadores do Santa destacaram a força de vontade para passar por cima do campo encharcado. Para o meia Allan Dias, que foi substituído nos minutos finais porque estava esgotado fisicamente, a partida acabou sendo muito desgastante. “Foi muito pesado, mas valeu a entrega. Sabíamos que seria difícil. A chuva atrapalhou bastante, mas jogamos com raça e voltamos para o Recife com os três pontos na bagagem”, declarou.

O volante Charles destacou o comprometimento dos jogadores e saiu de campo bastante contente com o resultado, que, inclusive, tirou a invencibilidade do Moto Club/MA na temporada 2019. Foram 11 jogos sem perder. “Mostramos a força do nosso grupo. Demos sangue e, com garra, vencemos. Vitória boa e que nos dá moral. Temos que seguir somando pontos. Temos um time de guerreiros. Tropeçamos no Pernambucano na última terça-feira, mas não caímos”, comentou.

Autor do gol do Santa no jogo e artilheiro isolado do time na temporada, com cinco gols, o atacante Pipico elogiou o comportamento da equipe. “A chuva prejudicou os dois times. Nossa equipe, por exemplo, tem qualidade para trocar passes e não dava para fazer isso. Fiquei feliz por ter balançado as redes. Vamos continuar trabalhando para alcançar coisas maiores lá na frente”, disse o camisa 9.

Veja também

Técnico Adilson Batista tem melhora e deve deixar UTI
Futebol

Técnico Adilson Batista tem melhora e deve deixar UTI

Jean projeta mais duas vitórias para Náutico se livrar do risco de queda
Futebol

Jean projeta mais duas vitórias para Náutico se livrar do risco de queda