Atlético-MG e Grêmio decidem Copa do Brasil no Mineirão

O técnico Marcelo Oliveira não poderá contar com os meias-atacantes Luan e Otero, ambos lesionados, e nem o centroavante Fred, que já disputou a Copa do Brasil em 2016 pelo Fluminense.

Guilherme Boulos (PSOL) em entrevista à Rádio FolhaGuilherme Boulos (PSOL) em entrevista à Rádio Folha - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

A decisão da Copa do Brasil começa nesta quarta-feira (23). Atlético/MG e Grêmio estão prontos para o primeiro jogo da final, que acontece no Mineirão, às 20h45 (do Recife). Assim como nas fases anteriores, o gol fora de casa é critério de desempate nas finais do mata-mata nacional. Assim, o Atlético entra em campo em Belo Horizonte não apenas preocupado em fazer valer o poderoso ataque alvinegro, mas também tentar não ser vazado pelo Grêmio.

O técnico Marcelo Oliveira não poderá contar com os meias-atacantes Luan e Otero, ambos lesionados, e nem o centroavante Fred, que já disputou a Copa do Brasil em 2016 pelo Fluminense. Cazares e Clayton disputam uma vaga na armação do time, e o ataque terá Robinho e Pratto.

“Seria bom finalizar o ano com um título, depois de ter trabalhado e sofrido muito durante o ano. Acho que seria um grande final conseguir um título importante”, afirmou o atacante argentino, que já balançou as redes em quatro oportunidades na Copa do Brasil.

No Grêmio, o técnico Renato Gaúcho preferiu não dar pistas sobre o time que irá a campo no Mineirão e fechou o último treino em Porto Alegre. O zagueiro Pedro Geromel foi poupado da atividade, mas não é problema para o jogo.

O título da Copa do Brasil também garante ao vencedor vaga na fase de grupos da Copa Libertadores. Se o vencedor do torneio estiver entre os seis primeiros do Brasileiro, o sétimo colocado do Nacional terá direito a vaga na fase preliminar da competição continental.

Goleador
Para tentar abrir uma vantagem no primeiro duelo, o Atlético conta com a boa fase de Lucas Pratto. O o argentino tem mostrado uma enorme precisão neste segundo semestre. Pratto precisa de pouco mais de três tentativas para fazer um gol. Desde que retornou ao time, após ficar dois meses parado por causa de uma lesão na panturrilha direita, o centroavante marcou nove gols em 32 finalizações.

O Atlético está na final da Copa do Brasil muito em função do grande momento do atacante. Pratto foi o único jogador a fazer gols nos três adversários que o time alvinegro teve pelo caminho, Ponte Preta, Juventude e Internacional. Aliás, contra o Inter, Pratto participou dos quatro gols atleticanos no confronto, fazendo dois e dando duas assistências.

A boa fase rendeu convocações para a seleção argentina e a titularidade ao lado de Lionel Messi, deixando Híguain e Aguero, jogadores consagrados no futebol europeu, no banco de reservas. Mesmo assim, Pratto quer o título da Copa do Brasil para dizer que vive a melhor fase da carreira.

 

Veja também

Thiago Duarte comemora vitória do Santa Cruz e fala em evolução da equipe
Futebol

Thiago Duarte comemora vitória do Santa Cruz e fala em evolução da equipe

Central empata com Vitória da Conquista e permanece invicto na Série C
Futebol

Central empata com Vitória da Conquista e permanece invicto na Série C