Atlético/PR inicia decisão por título da Sul-americana

Depois de grande campanha, Atlético/PR visita o Junior Barranquilla na noite desta quarta-feira (5), na Colômbia

Atlético/PR busca primeiro título internacional de sua históriaAtlético/PR busca primeiro título internacional de sua história - Foto: Heuler Andrey/AFP

O Atlético Paranaense viaja para enfrentar o Junior Barranquilla, nesta quarta-feira (5), pelo jogo de ida da final da Copa Sul-americana, em busca de seu primeiro título internacional.

Após início tímido, as duas equipes aceleraram e se tornaram as mais letais da competição. Desde as oitavas de final, o time colombiano marcou oito gols para chegar à decisão, enquanto os brasileiros balançaram as redes em nove oportunidades.

O Furacão está em sua melhor fase no ano e despachou com facilidade o Fluminense na semifinal, com duas vitórias por 2x0, em casa e no Maracanã. A partida vai ser disputada às 21h45 (horário do Recife).

Evolução atleticana

A equipe conta com o poder de fogo de Nikão e Pablo, dois dos principais artilheiros do torneio (quatro e três gols, respectivamente) atrás apenas de Nicolás Benedetti, do Deportivo Cali, que conta com cinco tentos, e está adaptada ao esquema do técnico Tiago Nunes, uma das revelações do Campeonato Brasileiro.

O time terminou na sétima colocação e fechou o ano com vitória sobre o vice-líder Flamengo, e já entrou para a história ao chegar à primeira decisão internacional do clube.

"Acho que o Atlético Paranaense é um clube grande, que tem uma estrutura maravilhosa, torcida, tradição e camisa. Mas ainda não é um clube campeão, precisamos transformá-lo", disse Nunes.

O problema do treinador será mandar a campo jogadores pendurados, alguns deles fundamentais na campanha da equipe até aqui. Renan Lodi, o argentino Lucho González e o atacante Marcelo Cirino perderão o jogo de volta se tomarem cartões.

Desfalque importante

O Junior vai buscar o título sem poder contar com uma de suas principais peças no torneio. Teófilo Guitiérrez acabou expulso na vitória por 1x0 no jogo de volta da semifinal contra o Santa Fé, mas sua suspensão automática de dois jogos será apelada na Conmebol.

"Junior apelará porque nunca vi Teófilo fazer um gesto para dar uma cotovelada. Ele abaixou a cabeça e aguentou", disse o técnico uruguaio Julio Comesaña.

Apesar do desfalque, a equipe confia em sua força coletiva para tentar buscar um histórico 'doblete'. Além da final da Sul-americana, o Junior disputa a decisão do Campeonato Colombiano contra o Independiente de Medellin.

Para alguns jogadores, como o criativo Jarlan Barrera, pode ser a última chance de levantar o troféu com a camisa do clube, diante do interesse de outras equipes em contratarem seus destaques.

"Eu prometi um presente e preciso cumpri-lo. Qual melhor presente do que colocar duas estrelas no escudo do Junior", disse entre risadas o 'Talento' Barrera.

Eliminado em 2017 pelo Flamengo na semifinal do torneio, o Junior aposta no fator casa para conquistar boa vantagem antes da partida de volta na Arena da Baixada, dia 12 de dezembro.

Prováveis escalações:

Junior Barranquilla: José Luis Chunga; Marlon Piedrahita, Jefferson Gómez, Rafael Pérez, Germán Gutiérrez; James Sánchez, Luis Narváez, Víctor Cantillo, Jarlan Barrera; Yony González e Luis Díaz. Treinador: Julio Comesaña.

Atlético Paranaense: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira, Renan Lodi; Wellington, Lucho González, Raphael Veiga; Marcelo Cirino (Roni), Nikão e Pablo. Treinador: Tiago Nunes.

Veja também

Uefa defende decisão sobre estádio em Munique mas adiciona cores do arco-íris em logo
DIVERSIDADE

Uefa defende decisão sobre estádio em Munique mas adiciona cores do arco-íris em logo

Wagner fica à disposição do Náutico para jogo contra o Remo
Futebol

Wagner fica à disposição do Náutico para jogo contra o Remo