A-A+

Australian Open: Djoko domina Federer e buscará 8° título

Na decisão, sérvio terá pela frente o vencedor do confronto entre Alexander Zverev e Dominic Thiem

Djokovic, número 1 do tênisDjokovic, número 1 do tênis - Foto: Greg Wood/AFP

O tenista sérvio Novak Djokovic, 32, venceu o suíço Roger Federer, 38, nas semifinais do Australian Open, nesta quinta-feira (30), por 3 sets a 0 (7/6 6/4 e 6/3). Ele buscará no domingo (2) a sua oitava conquista do Grand Slam disputado em Melbourne.

No primeiro set, Federer liderou a maior parte do tempo com uma quebra de saque de vantagem –e esteve perto de obter a segunda–, mas ela foi devolvida no momento em que ele sacava para fechar a parcial.

Leia também:
Australian Open tem início neste domingo (19)
Thiago Monteiro joga bem, mas é eliminado na Austrália

A partir de então, Djokovic elevou seu nível, venceu um tiebreak com facilidade e manteve a superioridade nos sets seguintes, em que o suíço aparentava ter dificuldade em sua movimentação. Ele chegou a receber atendimento médico na região lombar.

Na decisão, o sérvio terá pela frente o vencedor da outra semifinal, que será disputada às 5h30 desta sexta (31), entre o alemão Alexander Zverev, 22, e o austríaco Dominic Thiem, 26. Quem quer que avance para enfrentar o número 2 do ranking chegará à final do Australian Open pela primeira fase na carreira.

Ao todo, ele soma 16 títulos de Slams –é o terceiro melhor da história nesse critério, atrás de Nadal (19) e Federer (20).

No confronto direto, o sérvio leva a melhor sobre o suíço por 27 a 23 e não é derrotado pelo rival em Slams desde a edição de 2012 de Wimbledon.

Veja também

Após empate, Hélio reforça que ainda acredita em acesso
Futebol

Após empate, Hélio reforça que ainda acredita em acesso

Após início com falhas, Náutico reage, mas fica no empate diante do Vasco
Futebol

Após início com falhas, Náutico reage, mas fica no empate diante do Vasco