Autópsias de Kobe certificam trauma contundente de causa acidental

Relatório preliminar do Conselho Nacional de Segurança em Transportes, em fevereiro, não encontrou evidências de falha do motor

Kobe Bryant faleceu no último domingo (26), após acidente de helicópteroKobe Bryant faleceu no último domingo (26), após acidente de helicóptero - Foto: AFP

O Departamento de Medicina Legal de Los Angeles divulgou nesta sexta-feira (16) os relatórios das autópsias realizadas nos corpos das vítimas do acidente de helicóptero que matou Kobe Bryant e sua filha Gianna. Na relação, aparece que as nove vítimas sofreram trauma contundente e a causa foi certificada como acidental.

O relatório de autópsia do piloto, Ara Zobayan, também mostra que ele não fez uso de drogas ou álcool. Em fevereiro, um relatório preliminar do Conselho Nacional de Segurança em Transportes, em fevereiro, não encontrou evidências de falha do motor.

Leia também:
Última temporada de Kobe Bryant deve virar documentário
'Arrasada', diz viúva de Kobe sobre vazamento de fotos do acidente


Na manhã de 26 de janeiro deste ano, o helicóptero levava a ex-estrela da NBA e os outros passageiros para um jogo de basquete na Mamba Sports Academy quando colidiu com uma colina em Calabasas, na Califórnia. As condições climáticas eram de forte neblina no momento do acidente.

Veja também

Em comum acordo, Sport rescinde contrato com Maidana
Sport

Em comum acordo, Sport rescinde contrato com Maidana

Após prata, vídeo de Rebeca aos 10 anos bomba na Internet
Jogos Olímpicos

Após prata, vídeo de Rebeca aos 10 anos bomba na Internet