Baixo aproveitamento marca passagem na Ilha

O ex-leonino acertou a sua transferência para o Corinthians, que deu um ultimato: ou vai agora ou não vai mais

A advogada Silvana Barreto, na foto à esquerda de Terezinha NunesA advogada Silvana Barreto, na foto à esquerda de Terezinha Nunes - Foto: Divulgação

 

Em baixa, com apenas 36% de aproveitamento no Sport, a dúvida que permeava a Praça da Bandeira era se o técnico Oswaldo de Oliveira continuaria no comando da equipe ao término do Brasileirão 2016. E para surpresa de muitos, ontem, o Sport anunciou oficialmente que o profissional pediu demissão. O ex-leonino acertou a sua transferência para o Corinthians, que deu um ultimato: ou vai agora ou não vai mais.

 Segundo informações de bastidores, os paulistas fizeram a proposta oficial na última sexta-feira, porém, Oswaldo pediu para que a transferência só acontecesse ao término da temporada, o que foi recusado pelo presidente Roberto de Andrade. Em situação delicada na Ilha do Retiro, ele acabou aceitando as condições impostas e anunciou o seu desligamento na véspera do jogo contra a Chapecoense.

Em nota no seu site oficial, o Sport anunciou que já está “apalavrado” com o novo treinador, mas que o anúncio acontecerá até esta sexta-feira, sem revelar o nome do novo comandante. Oswaldo de Oliveira chegou em abril ao Leão, para as duas partidas finais do Estadual, contra o Santa Cruz. No total, foram 33 jogos, com apenas nove vitórias, nove empates e 15 derrotas. Os nomes mais cotados para assumir são os de Vágner Mancini (ex-Vitória), Enderson Moreira (no América/MG) e Milton Mendes (ex-Santa Cruz). Antônio Carlos Zago (no Juventude) foi sondado, mas recusou porque pediu um contrato até o final de 2017 enquanto a diretoria leonina ofereceu um de três meses, até o final desta temporada.

 

Veja também

Velejadores disputam XXI Campeonato Pernambucano de Dingue em Maria Farinha
Vela

Velejadores disputam XXI Campeonato Pernambucano de Dingue em Maria Farinha

Você não é o Zlatan, diz Ibrahimovic em campanha de combate à Covid-19
Coronavírus

Você não é o Zlatan, diz Ibrahimovic em campanha de combate à Covid-19