Bárbara entra no hall da fama da Arena de Pernambuco

Nascida no Recife e revelada pelo Sport, goleira pernambucana foi homenageada na manhã desta quarta-feira

Evento na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da MataEvento na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata - Foto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

O Espaço Pernambuco Imortal, da Arena de Pernambuco, teve mais uma atleta homenageada. Na manhã desta quarta-feira (17), a goleira pernambucana Bárbara Micheline, de 31 anos, deixou suas mãos eternizadas no hall da fama do estádio.

Nascida no Recife, a arqueira foi a 19ª personalidade a ser condecorada. Ela se junta a ídolos do esporte local como Ricardo Rocha e Rivaldo (futebol), Yane Marques (pentatlo moderno), Adriana Salazar (natação), Joanna Maranhão (natação), Keila Costa (atletismo), Phelipe Rodrigues (paranatação), Suely Guimarães (paratletismo), entre outros.

Leia também:
Com homenagem a Bárbara, JEPs abre ano com espetáculo

“É muito gratificante chegar aqui no hall da fama, ser reconhecida e vista por milhares de pessoas que passam aqui pela Arena. É um reconhecimento muito bom para meu trabalho, então pode ter certeza que darei meu máximo sempre e farei de tudo para alegrar todos aqueles que querem se espelhar em mim”, declarou a arqueira.

Na ocasião, a jogadora comentou sobre os desafios enfrentados pelo futebol feminino e ainda fez uma projeção para a carreira . “Nós sabemos das dificuldades que a minha modalidade sofre e sabemos da necessidade de pessoas para fazer o esporte crescer. Eu ainda tenho mais dois anos na minha carreira e quero dar tudo o que puder”, disse a goleira.

Bárbara foi revelada pelo Sport e atualmente joga no Kinderman, clube de Santa Catarina. Na seleção brasileira, a goleira ganhou destaque com o vice-campeonato na Copa do Mundo (2007, a conquista da medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008 e os ouros nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007) e de Toronto (2015).

Em relação à seleção brasileira, que este ano tem a Copa do Mundo na França como principal desafio, Bárbara expressou confiança, apesar do momento conturbado vivido pelo time. “Nós vivemos um momento delicado, são nove derrotas consecutivas. Toda troca leva um tempo de adaptação, depois das Olimpíadas teve a mudança do treinador e agora mais uma. Nós estamos muito perto da Copa e temos poucos dias para aperfeiçoar os erros. Mas sabemos dos nosso erros e temos total condições de chegar lá e arrebentar”, comentou.

 

Veja também

Basta um empate: Náutico visita Cruzeiro podendo acabar com risco de queda à Série C
Futebol

Basta um empate: Náutico visita Cruzeiro podendo acabar com risco de queda à Série C

Algoz de Vasco e Bahia, Defensa y Justicia conquista Copa Sul-Americana
Futebol

Algoz de Vasco e Bahia, Defensa y Justicia conquista Copa Sul-Americana