Esportes

Barcelona abre escola de futebol na China

A escola vai ser o maior dos 20 centros de formação que o Barça patrocina em todo mundo

Ronaldinho visitou as instalações da nova escola do Barcelona na ChinaRonaldinho visitou as instalações da nova escola do Barcelona na China - Foto: Handout / Mission Hills / AFP

Ronaldinho participou do lançamento de uma escola de futebol do Barcelona para crianças chinesas, nesta sexta-feira, no momento em que o gigante asiático trabalha para se tornar uma super potência do esporte.

A ex-estrela do Barça e o presidente Josep Maria Bartomeu se reuniram, nesta sexta-feira, com alguns dos futuros alunos da Escola FCB. Os dois visitaram as instalações do complexo desenvolvido juntamente com o grupo Mission Hills, nas ilha Hainan, sul do país. O espaço vai ter sete campos de futebol e começa a funcionar ainda em 2017.

A escola também vai ser centro de treinamento da seleção chinesa. O país quer construir milhares de instalações como esta nos próximos anos.

"Sabemos que o Barcelona trabalha muito bem com crianças e profissionais de alto nível vão vir trabalhar aqui", falou Ronaldinho, novo embaixador do clube catalão. "Acho que vai ajudar muito e o futebol chinês vai aprender muito", acrescentou.

A escola vai ser o maior dos 20 centros de formação que o Barcelona patrocina em todo mundo, a primeira totalmente administrada pelo clube.

"Escolhemos a China porque é um país incrível", falou Bartomeu. "O governo tem o projeto de promover o futebol, de criar jogadores e quer aumentar a importância do esporte na sociedade", acrescentou.

Além do CT, o espaço de 7.000 metro quadrados vai ter uma loja e uma área interativa com a história do clube.

Veja também

Brasil garante bronze no Mundial de futebol de paralisados cerebrais
Futebol (PC)

Brasil garante bronze no Mundial de futebol de paralisados cerebrais

No duelo de pernambucanos, Retrô e Afogados empatam na Arena
Série D

No duelo de pernambucanos, Retrô e Afogados empatam na Arena