Espanha

Barcelona apresenta balanço com prejuízo superior a R$ 3 bilhões

“São as piores contas da história do Barça”, admitiu o presidente Joan Laporta

Técnico do Barcelona, Ronald Koeman, esquerda.Técnico do Barcelona, Ronald Koeman, esquerda. - Foto: LLUIS GENE / AFP

Os sócios do Barcelona aprovaram numa assembleia realizada neste domingo as contas do clube do período o de 2020-2021, que registrou um prejuízo de 481 milhões de euros (cerca de 558 milhões de dólares) após impostos. 

“São as piores contas da história do Barça”, admitiu no seu discurso o presidente Joan Laporta, eleito para o cargo no início de março passado, aribuindo o balanço “às graves deficiências na gestão anterior”, com o ex-presidente Josep Maria Bartomeu à frente, portanto, não está descartada a ação contra os ex-dirigentes da entidade. 

O presidente do clube espanhol explicou que a receita no ano passado foi "24% menor do que o orçado" pela antiga diretoria, em parte também devido aos efeitos da pandemia de covid-19.

 

"Temos trabalhado incansavelmente durante seis meses para tirar a entidade do buraco institucional em que caímos. Não vamos consertar essa situação da noite para o dia", reconheceu Laporta. 

Dirigindo-se aos sócios do clube, Laporta explicou: "Temos de arregaçar as mangas para reverter a situação e levar o Barça de volta ao lugar que merece, mas não o podemos fazer isso sozinhos". 

E ele defendeu o modelo do clube, pertencente a seus membros, ao contrário de muitos de seus rivais europeus, que têm proprietários bilionários ou fundos mútuos. 

"Hoje, mais do que nunca, o Barça está nas suas mãos. Nem de qualquer Estado, nem de fundos de investimento. O Barça é e sempre será, pelo menos enquanto continuarmos a dirigir o clube, dos sócios do FC Barcelona." 

"O Barça pertence apenas ao Barça e nenhum poder financeiro, político ou midiático será capaz de cruzar a linha vermelha que estabelecemos para nós próprios. Vamos defender a bandeira do nosso clube com mais força e determinação do que nunca", insistiu. 

Por outro lado, os sócios aprovaram o orçamento para a temporada 2021-2022, que é de 765 milhões de euros (cerca de 887 milhões de dólares).

 

Veja também

Florentín destaca entrega do time e agradece apoio da torcida contra o FlamengoSport

Florentín destaca entrega do time e agradece apoio da torcida contra o Flamengo

Em jogo animado, Sport fica no empate com o Flamengo na ArenaCampeonato Brasileiro

Em jogo animado, Sport fica no empate com o Flamengo na Arena