Barcelona, Liverpool e Inter vencem pela Champions

Válidos pela terceira rodada da Liga dos Campeões, os confrontos reservaram alta média de gols

Jogadores da Inter comemoram vitória sobre o BorussiaJogadores da Inter comemoram vitória sobre o Borussia - Foto: Miguel MEDINA / AFP

O Barcelona venceu o Slavia Praga por 2x1 nesta quarta-feira (23), na República Tcheca, e assumiu a liderança do grupo F da Liga dos Campeões. No mesmo grupo do Barça, a Inter de Milão derrotou o Borussia Dortmund por 2x0 e assumiu a segunda posição da chave. Já o atual campeão, Liverpool bateu o Genk por 4x1, na Bélgica.

Boril marcou pelos tchecos, mas o time espanhol contou com gols de Messi e Olayinka (contra) para vencer. Para chegar ao primeiro lugar, a equipe catalã foi beneficiada ainda pelo triunfo da Inter de Milão sobre o Borussia Dortmund por 2x0.

Com estes resultados, o Barça chegou a sete pontos e é o novo primeiro colocado do grupo. O Borussia Dortmund tem quatro e, agora, está empatado em pontos com a própria Inter, mas sofre com a desvantagem no saldo de gols. O Slavia Praga é o lanterna, com um ponto.

Quem começou a jogada do primeiro gol espanhol foi Messi, que, aos três minutos, carregou a bola para dentro e acionou Arthur; assim que se livrou da bola, o argentino correu para a área e se posicionou para receber o passe do brasileiro. Por fim, o camisa 10 tocou de primeira para a rede.

O fato de que o Barcelona abriu o placar cedo não quer dizer que Ter Stegen não teve trabalho. O goleiro alemão evitou pelo menos duas grandes chances do Slavia Praga, ambas aos 35 do primeiro tempo: defendeu chute de Masopust e uma bomba de Olayinka.

Não satisfeito com o próprio gol, Messi procurou espaços para servir seus companheiros. Ainda na primeira etapa, aos 39, uma boa trama organizada por ele, Griezmann e Suárez acabou dando um rebote a De Jong, que arriscou e obrigou o goleiro Kolar a trabalhar.

Mas o início do Slavia Praga no segundo tempo foi cirúrgico. Um lançamento em profundidade aos quatro minutos criou o contra-ataque perfeito para Masopust, que dominou, ajeitou a bola e tocou para Boril, que tirou de Ter Stegen com categoria para empatar.

Do outro lado, porém, estava o Barcelona. Suárez, que não faz gol fora de casa na Champions há quatro anos, esteve perto de quebrar o jejum; mas não o fez. O chute do uruguaio aos 12 minutos foi desviado por Olayinka, e a Uefa considerou que o nigeriano marcou contra a própria rede.

Suárez ainda desperdiçou uma oportunidade aos 25 do segundo tempo, quando recebeu lançamento açucarado de Messi e chutou para fora. Entretanto, quem perdeu a chance mais inacreditável foi o camisa 10: o argentino talvez passe dias inteiros se perguntando como pôde isolar a bola com o gol vazio à sua frente, aos 29 minutos.

No outro jogo da chave, a Inter conquistou seu primeiro triunfo com um gol em cada tempo. Lautaro Martínez marcou aos 22 minutos do primeiro tempo, e Candreva aumentou a diferença aos 44 da etapa final.

GRUPO E

O Liverpool conquistou a segunda vitória seguida ao bater o Genk por 4x1 pela terceira rodada do Grupo E. Recuperado de lesão, Mohamed Salah deu assistência para Mané fazer o terceiro e ainda marcou o quarto gol da partida. Chamberlain ainda marcou um golaço de trivela.

O Liverpool abriu o placar logo aos dois minutos do primeiro tempo com Oxlade-Chamberlain. Após passe do brasileiro Fabinho, o meia bate cruzado e rasteiro para marcar seu primeiro gol no jogo.

Aos 25 minutos, Samatta até mandou de cabeça para o gol, mas o bandeirinha marcou impedimento no lance que originou a jogada e o árbitro confirmou após consulta ao VAR.

No segundo tempo, novamente Chamberlain, ampliou para os Reds com um golaço aos 12 minutos. De dentro da área, Firmino dominou após receber de Keita e ajeitou para Chamberlain, de fora da área, mandar de trivela. A bola chegou a bater no travessão, mas balançou as redes.

Mané marcou aos 32 minutos com assistência de Salah. Nove minutos depois, foi a vez de Mané devolver a gentileza. Ele tocou para egípcio, que saiu da marcação com um belo drible e finalizou para o fundo do gol. Já nos últimos minutos, aos 42, Genk marcou o seu com Odey.

O Liverpool, porém, é apenas o segundo colocado da chave. A liderança pertence ao Napoli, que conseguiu uma boa vitória ao bater o Red Bull Salzburg, fora de casa, por 3x2. Os italianos chegaram aos sete pontos, contra seis dos ingleses. Salzburg é o terceiro, com três.

Leia também:
Liga dos Campeões inicia terceira rodada nesta terça-feira
São Petersburgo irá sediar final da Liga dos Campeões em 2021
Real vence a primeira na Champions; City e PSG seguem 100%


DEMAIS GRUPOS

O Grupo G tem um novo líder. O Leipzig atingiu essa condição com uma vitória de virada, em casa, por 2x1 sobre o Zenit. A equipe alemã chegou aos seis pontos, dois a mais que os russos, O Lyon também estacionou nos quatro pontos com uma derrota para o Benfica por 2x1, em Lisboa.

O Grupo H promete ser o mais emocionante na disputa por vagas. Ajax e Chelsea dividem a liderança, com seis pontos, mas o Valencia vem logo atrás, com quatro.
Nesta quarta, o Chelsea venceu a segunda seguida ao bater o Ajax, em Amsterdã, por 1x0. O gol foi marcado por Batshuayi, aos 41 minutos do segundo tempo. O Valencia teve tudo para se igualar aos rivais, mas levou um gol no fim e ficou no empate com o Lille, fora de casa, por 1x1.

Veja também

Com arbitragem polêmica, Náutico perde para o Juventude e se afunda no Z4
Série B

Com arbitragem polêmica, Náutico perde para o Juventude e se afunda no Z4

Acompanhe Juventude (RS) x Náutico (PE), em tempo real
Série B

Acompanhe Juventude (RS) x Náutico (PE), em tempo real