Bundesliga

Bayern bate Union Berlim em jogo atrasado do Alemão

Com o resultado, os bávaros ficam a quatro pontos do líder Leverkusen

Raphael Guerreiro fez o único gol da partida Raphael Guerreiro fez o único gol da partida  - Foto: MICHAELA STACHE/AFP

O primeiro turno do Campeonato Alemão terminou somente nesta quarta-feira (24) para o Bayern de Munique. No Allianz Arena, em Munique, os bávaros receberam o Union Berlim em jogo adiado da 13ª rodada por causa de nevasca no dia 2 de dezembro, e venceram por 1x0, gol de Guerreiro, reduzindo a desvantagem para o líder Bayer Leverkusen para quatro pontos.

Agora os dois melhores têm 18 partidas disputadas. O Leverkusen soma 48 pontos após largar bem no segundo tempo, enquanto o Bayern subiu para os 44. No fim de semana, o time de Thomas Tuchel visita o Augsburg, pela 2ª rodada da fase, no sábado, mesmo dia em que o líder recebe o Borussia Mönchengladbach.


Vindo de surpreendente derrota por 1x0 para o Werder Bremen em seus domínios, no fim de semana, o Bayern entrou em campo ciente que não poderia amargar mais um tropeço caso quisesse seguir sua caça ao líder Bayer Leverkusen. E a promessa era de jogo ofensivo.

Diante de um rival que adotou postura defensiva desde o apito inicial, o Bayern começou apostando bastante no seu poderio aéreo, responsável por 11 gols em 17 partidas. Os cruzamentos de Kimmich buscando os defensores levaram perigo logo de cara.

Com somente seis minutos, o goleiro Ronnow salvou os visitantes ao espalmar a cabeçada de De Ligt e depois defender o rebote, com Upamecano. A torcida bávara veria o zagueiro holandês perder outra oportunidade logo depois.

O desempenho do Bayern, contudo, foi diminuindo ao longo da etapa e a equipe só voltou a ameaçar nos acréscimos. Ronnow não segurou o chute rasteiro, mas ninguém aproveitou o rebote. Os bávaros receberam vaias com o fim da primeira fase.

A volta do intervalo foi com sentimento de alívio e para resgatar a confiança da torcida. Logo no primeiro minuto, Kane carimbou o travessão, Guerreiro pegou o rebote e colocou o Bayern em vantagem.

Querendo se isolar com o recorde de gols em um único turno do Alemão - tinha os mesmos 22 de Lewandowski - Kane foi às redes aos 9 minutos. Mas o VAR flagrou impedimento de Sané e anulou, para frustração do goleador inglês.

A metade da fase final foi quente. Primeiro com os visitantes cobrando um pênalti e depois com princípio de confusão com Sané partindo para cima do técnico do Union, Nenad Bjelica, em cobrança de lateral. O treinador levou cartão vermelho no lance por segurar a bola e empurrar o jogador, enquanto os adversários queriam que o mesmo ocorresse com o atacante.

Melhor em campo, o Bayern ainda criou outras oportunidades de ampliar, mas falhou na finalização, como com Müller na pequena área. O gol não fez falta e a vitória acabou bastante celebrada.

Veja também

Bolt desafia Mbappé a correr prova de 100 metros: 'Amaria ter competido com ele'
DESAFIO

Bolt desafia Mbappé a correr prova de 100 metros: 'Amaria ter competido com ele'

Em recuperação de cirurgia, Robson Reis revela ansiedade para voltar aos gramados
Futebol

Em recuperação de cirurgia, Robson Reis revela ansiedade para voltar aos gramados

Newsletter