Belgas veem Brasil como favorito: 'Teremos que jogar mais'

O técnico Roberto Martínez afirmou que seus jogadores tentarão explorar o favoritismo do Brasil

Belgas comemoram virada emocionante sobre o JapãoBelgas comemoram virada emocionante sobre o Japão - Foto: JEWEL SAMAD / AFP

A Bélgica teve de lutar até o último minuto para vencer o Japão por 3x2 de virada nesta segunda-feira (2). Apesar do sentimento de alegria e alívio, os jogadores e comissão da equipe europeia já voltam suas atenções para sexta-feira (6), quando enfrentarão o Brasil pelas quartas de final da Copa do Mundo.

Em entrevista coletiva após o jogo, que aconteceu na arena Rostov, o técnico Roberto Martínez afirmou que seus jogadores tentarão explorar o favoritismo do Brasil. "Você tem que saber o seu papel. O Brasil tem muitas qualidades individuais. Coutinho e Neymar são jogadores que podem decidir um jogo em um segundo. Hoje nós começamos o primeiro tempo com o medo de que não pudéssemos cumprir nossa tarefa como favoritos. O segundo tempo, contra o Brasil, podemos aproveitar isso desde o primeiro minuto, porque não somos favoritos."

Leia também:
Bélgica vira sobre o Japão e vai pegar o Brasil nas quartas
Técnico da Bélgica vê sufoco contra o Japão com naturalidade
Neymar comanda vitória contra o México e Brasil vai às quartas da Copa do Mundo
Tite descarta favoritismo e defende Neymar após vitória

Autor do terceiro gol que deu a vitória aos belgas no último minuto, Nacer Chadli enfatizou que a equipe precisa de um futebol melhor que o apresentado contra o Japão se quiser ir à semifinal da Copa. "O Brasil será diferente, teremos que jogar mais do que hoje. Caso contrário, será difícil para nós", finalizou.

Companheiro de Willian no Chelsea, Eden Hazard valorizou as entradas de Fellaini e Chadli durante a partida contra o Japão e projetou uma boa partida contra o meia do Brasil.

"Temos jogadores que podem mudar o jogo. Os reservas que entraram fizeram a diferença. Felizmente nos classificamos. No início do segundo tempo fomos mal. Nós sofremos dois gols inevitáveis após erros defensivos. A reação foi boa, talvez precisemos desse tipo de jogo para o futuro. Vai ser ótimo jogar contra o Brasil, e agora temos que descansar bem", afirmou.

Veja também

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport
Sport

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0
Sport

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0