tênis

Bia Haddad vence tunisiana Ons Jabeur e vai às semifinais de Roland Garros

Tenista é a primeira brasileira a chegar às semifinais do torneio

Brasileira Beatriz HaddadBrasileira Beatriz Haddad - Foto: Thomas Samson / AFP

A brasileira Bia Haddad Maia venceu de virada a tunisiana Ons Jabeur por 2 sets a 1, na manhã desta quarta-feira (7), e se classificou às semifinais de Roland Garros

Em um jogo apertado, Bia Haddad fez história em Paris, nesta quarta-feira. Após mais de duas horas de partida, a tenista de 27 anos venceu sua rival Ons Jabeur, na quadra Philippe-Chatrier, por 2 sets a 1 (parciais 3/6, 7/6 e 6/1).

Com isso, Bia, 14ª colocada no ranking, se torna a primeira tenista brasileira a chegar a essa etapa do principal torneio do esporte no mundo na Era Aberta.

O último brasileiro a chegar a uma semifinal de Roland Garros foi Guga, em 2001.

Além da vaga na semifinal, a vitória deu a brasileira uma entrada no top 10 do ranking da WTA pela primeira vez. Bia Haddad, que está na 14ª posição no ranking, já havia garantido o 13º após o Roland Garros, mas agora estará entre as 10 melhores do mundo.

"Não foi fácil jogar contra ela. Tem que ser paciente. Não é fácil manter o ritmo em quase três horas de jogo. Mas sinto que meu corpo está forte" comemorou Bia Haddad.

Bia ainda espera por sua rival na semifinal da competição. A brasileira vai encarar a vencedora do duelo entre a polonesa Iga Swiatek, número 1 do mundo, e a americana Coco Gauff, sexta no ranking, que também acontece nesta quarta-feira.

O Jogo
Embora o terceiro set tenha sido por uma larga vantagem, a tenista tunisiana não aliviou para Bia Haddad. No primeiro momento, Jabeur quebrou o saque da brasileira em duas oportunidades e conseguiu fechar o primeiro set em 6-3.

Na sequência, o set mais equilibrado. Nenhuma das duas tenistas conseguiram quebrar o saque da rival e a partida ficou empatada até chegar o tie-break. No desempate, Bia Haddad foi superior a Jabeur e conseguiu fechar em 7-5, levando a partida para o terceiro e decisivo set.

Após a derrota no tie-break, Jabeur pareceu ter sentido o golpe e Bia Haddad aproveitou a oportunidade para quebrar dois saques de sua rival e abrir 3-0. A tunisiana chegou a conseguir uma quebra na sequência, mas nada que abalasse a brasileira, que fez os três games seguidos, fechou em 6-1 e, mais uma vez, fez história.

Veja também

Olimpíadas: prefeita de Paris mergulha no Rio Sena para comprovar qualidade da água
JOGOS OLÍMPICOS

Olimpíadas: prefeita de Paris mergulha no Rio Sena para comprovar qualidade da água

Soso chama responsabilidade e evita criticar erros individuais no Sport
Futebol

Soso chama responsabilidade e evita criticar erros individuais no Sport

Newsletter