Bolívia perde pontos no 'tapetão' e Argentina fica fora da zona de classificação

A seleção boliviana perdeu quatro pontos das partidas contra Peru e Chile

A Fifa determinou nesta terça-feira que os resultados das partidas da seleção boliviana contra Peru e Chile nas eliminatórias da Copa de Mundo de 2018 sejam transformados em derrotas por 3 a 0, por conta da escalação irregular do volante Nelson Cabrera. Com a sanção, a tabela das eliminatórias foi atualizada, com o Chile subindo para a quinta posição e a Argentina caindo para sexto, fora da zona de classificação para o Mundial na Rússia.

"A Federação Boliviana (FBF) foi punida porque um dos jogadores que disputou as partidas de eliminatórias contra Peru e Chile não cumpriam os requisitos de convocação para a seleção", explicou a entidade em um comunicado. As duas partidas em questão foram disputadas nos dias 1 e 6 de setembro, com vitória por 2 a 0 sobre o Peru, em La Paz, e empate sem gols com o Chile, em Santiago.

Cabrera, atleta de 33 anos nascido no Paraguai, entrou no segundo tempo de ambas as partidas, aos 39 contra o peruanos e aos 31 contra o Chile. O volante, que chegou à Bolívia em 2013, para jogar no Bolívar, já havia disputado uma partida com a seleção paraguaia, em 2007. Ele obteve a naturalização em fevereiro deste ano, mas não tinha direito de trocar de seleção por não ter vivido cinco anos no seu país de adoção. Para seguir o regulamento, o jogador teria que espera até 2018 para vestir a camisa da seleção boliviana.

Isso levou a federação chilena a apresentar um recurso diante da comissão disciplinar da Fifa. "Esta medida foi absolutamente irresponsável e contrária às regras", reclamou o presidente da FBF, Rolando López.

Ameaça de demissão em massa

Com a sanção da Fifa, a Bolívia perdeu os quatro pontos somados naqueles jogos. Desta forma, continua na vice-lanterna, mas com quatro pontos, e não oito, como anteriormente. O Peru passa a somar 11 pontos, mantendo-se em oitavo, e o Chile subiu da sétima para a quinta posição, com os mesmos 16 pontos da Argentina, que tem o mesmo saldo de gols, mas tem o melhor ataque (18 gols marcados, contra 11 dos 'Hermanos'). Além da perda dos pontos, a federação boliviana também foi condenada a pagar multa de 12.000 francos suíços (12.250 dólares).

A decisão fez o efeito de um verdadeiro furacão na Bolívia, onde dirigentes da FPF cogitaram até uma demissão em massa, reconhecendo o erro cometido na escalação irregular do atleta. "Todo nós temos que sair. Isso nos dá vergonha, temos que pedir demissão por dignidade", afirmou Marco Peredo, vice-presidente da FPF e presidente da Liga Boliviana. "Todos nós temos que ir embora", concordou o tesoureiro da federação, Clíver Rocha, um dos principais críticos da gestão do presidente López.

Classificação atualizada:

- Pts J V E D Gp Gc SG

1. Brasil 21 10 6 3 1 23 9 +14

2. Uruguai 20 10 6 2 2 21 7 +14

3. Equador 17 10 5 2 3 18 14 +4

4. Colômbia 17 10 5 2 3 15 12 +3

5. Chile 16 10 5 1 4 18 16 +2

6. Argentina 16 10 4 4 2 11 9 +2

7. Paraguai 15 10 4 3 3 10 12 -2

8. Peru 11 10 3 2 5 14 17 -3

9. Bolívia 4 10 1 1 8 9 26 -17

10. Venezuela 2 10 0 2 8 9 26 -17

Veja também

Barça vence Villarreal e segue a quatro pontos do líder Real Madrid
Campeonato Espanhol

Barça vence Villarreal e segue a quatro pontos do líder Real Madrid

Fla vence Volta Redonda e fica a um jogo do título
Futebol

Fla vence Volta Redonda e fica a um jogo do título