"Bom senso", diz diretor alvirrubro sobre jogo na Ilha do Retiro entre Central e Náutico

Equipes se enfrentarão na quarta (1º), às 21h30, pela segunda rodada do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano

Diretor alertou para perigo de lesões por conta de gramado ruimDiretor alertou para perigo de lesões por conta de gramado ruim - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) confirmou a alteração no local da partida entre Central e Náutico, que será realizada na quarta (1°), às 21h30, pela segunda rodada do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano. Agendado para acontecer no Lacerdão, o jogo será disputado na Ilha do Retiro. A mudança foi por conta do estado do gramado do palco de Caruaru.

Em entrevista à Folha de Pernambuco, o diretor de futebol do Náutico, Eduardo Henriques, aprovou a decisão, negando que o pedido partiu do Alvirrubro.

"A Federação agiu com bom senso. Não foi a gente que pediu essa mudança. Eu, particularmente, gosto de jogar em Caruaru. É um bom estádio e temos uma grande torcida lá e nas cidades vizinhas. Mas uma coisa é certa: os três clubes da Capital fazem um investimento e são cobrados com relação ao jogadores. Não dá para colocar um profissional jogando em um gramado em condições ruins. Isso não é uma crítica ao Central. Sei que a região passa por uma crise hídrica e isso não é culpa deles. Mas não podemos colocar um atleta que pode romper um ligamento ao pisar em um buraco. Precisamos ter um critério", frisou.

Veja também

Hélio elogia força do lado direito em vitória
Futebol

Hélio elogia força do lado direito em vitória

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4
Futebol

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4