Boxeador americano morre após sofrer lesões em luta

Patrick Day tinha 27 anos e perdeu uma luta por nocaute vários golpes na cabeça neste sábado (12), em Chicago.

Patrick Day, ex-puglistaPatrick Day, ex-puglista - Foto: AL BELLO / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

O boxeador americano Patrick Day morreu nesta quarta-feira (16) depois de sofrer uma grave lesão cerebral durante a luta que perdeu por nocaute para seu compatriota Charles Conwell no sábado (12), em Chicago, disse o promotor Lou DiBella em um comunicado.

"Em nome da família de Patrick, a equipe e as pessoas mais próximas dele, estamos agradecidos pelas orações, manifestações de apoio e de amor por Pat que foram tão evidentes desde sua lesão", declarou DiBella.

Day, de 27 anos de idade, havia passado por uma cirurgia cerebral de emergência no sábado à noite depois de ser nocauteado por Conwell em uma luta de peso super meio-médio na Winstrust Arena.

O pugilista estava inconsciente quando abandonou o ringue na maca e foi levado em uma ambulância, onde sofreu uma convulsão e precisou de um tubo de respiração quando chegou ao hospital. Conwell, atleta que disputou os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro em 2016, dominava a luta, e derrubou Day no quarto e no oitavo assalto. Depois, no décimo, desferiu um violento soco de direita seguido de um potente gancho de esquerda, fazendo com que Day caísse e batesse com a cabeça no piso do ringue.

Leia também:
Lutador de MMA morre em acidente de carro no Agreste
Lutador ex-UFC é atropelado e morre após briga em Belém
Família e técnico de lutador divergem sobre morte


O árbitro Celestino Ruiz suspendeu a luta após um minuto e 46 segundos de assalto. Day permaneceu no chão durante vários minutos e recebeu atendimento médico antes de ser transferido para o hospital. O lutador vinha de uma derrota em junho para Carlos Adames em Nova York. Day deixa um retrospecto de 17 vitórias, quatro derrotas e um empate, desde queestreou como profissional em 2013.

O combate era parte do 'card' da defesa do título mundial da categoria meio-pesado da Associação Mundial de Boxe (AMB) entre o russo Dmitry Bivol e o dominicano Lenin Castillo, que acabou vencendo.

Veja também

Com classificação encaminhada, Martelotte garante seriedade: "Não vamos relaxar nem desconcentrar"
Santa Cruz

Com classificação encaminhada, Martelotte garante seriedade: "Não vamos relaxar nem desconcentrar"

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica de 27 pontos na competição
Série C

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica