Boxeador Tyson Fury é flagrado por uso de cocaína

Se as acusações estiverem confirmadas, o pugilista corre risco de perder seus títulos

Mulher MaravilhaMulher Maravilha - Foto: Divulgação

O boxeador britânico Tyson Fury, campeão mundial WBA, WBO e IBO dos pesos pesados, testou positivo por uso de cocaína em exame de urina realizado no dia 22 de setembro, relatou a ESPN americana nesta sexta-feira (30).

No dia 23 de setembro, Fury anunciou sua desistência da luta marcada para o dia 29 de outubro, contra o ucraniano Vladimir Klitschko, alegando que "não estava apto para lutar por razões médicas", sem fornecer maiores detalhes.

A empresa que promove as lutas de Fury, Hennessy Sports, recusou-se a comentar as informações da ESPN. Se as acusações estiverem confirmadas, o pugilista corre risco de perder seus títulos.

Veja também

Mesmo longe de técnico, Palmeiras negocia por reforços para defesa e ataque
Futebol

Mesmo longe de técnico, Palmeiras negocia por reforços para defesa e ataque

Khabib Nurmagomedov deixa o MMA com recordes e invencibilidade histórica
MMA

Khabib Nurmagomedov deixa o MMA com recordes e invencibilidade histórica