Brasil bate Estados Unidos na Liga das Nações feminina

Seleção encerrou terceira semana na competição e segue para para Tóquio, no Japão. O destaque da partida foi Gabi

Gabi foi o grande destaque da vitória da seleção brasileiraGabi foi o grande destaque da vitória da seleção brasileira - Foto: Divulgação/FIVB

A seleção brasileira feminina de vôlei encerrou a terceira semana da Liga das Nações com vitória. Nesta quinta-feira (6), o time verde e amarelo superou os Estados Unidos por três sets a um (25/19, 25/17, 22/25 e 25/20), em Nebraska. A equipe do treinador José Roberto Guimarães alcançou a sexta vitória na competição e segue em busca de um lugar na fase final.

O Brasil viajará na madrugada desta sexta-feira (7) para Tóquio, no Japão, onde disputará a quarta semana da Liga das Nações. O time verde e amarelo voltará à quadra na próxima terça-feira (11), às 7h30 (Horário de Brasília), contra o Japão.

Na classificação geral, o Brasil aparece em sexto lugar, com 19 pontos (seis vitórias e três derrotas). A Turquia está na liderança, com 24 pontos, seguida pela Itália, com 22, os Estados Unidos, com 21, a China, com 20, e a Polônia também com 20, mas com um saldo de sets pior que as chinesas.

Na partida desta quinta-feira (6) brilhou a estrela da ponteira Gabi. A atacante foi a maior pontuadora do confronto, com 26 pontos (24 de ataque, um de saque e um de bloqueio). A oposta Paula Borgo, com 13 acertos, e a ponteira Amanda, com 10, também pontuaram bem pelo time verde e amarelo. Nos Estados Unidos, destaque para a oposta Drews, com 19 acertos.

"Foi uma vitória muito importante para o nosso grupo. Jogamos com raça toda a partida e taticamente muito bem. Sabemos que os Estados Unidos têm muita velocidade e uma grande opção de jogadoras entrando e saindo ao longo do jogo. Não desistimos de nenhuma bola e brigamos pelo resultado do início ao fim. Mesmo depois de perder o terceiro set, voltamos com tudo no quarto e conseguimos esse resultado fundamental na nossa briga pela classificação", afirmou Gabi.

O treinador José Roberto Guimarães chamou a atenção para a melhora do saque e dos contra-ataques das brasileiras.

“Sabíamos que seria uma partida difícil. O ginásio estava lotado e a expectativa para esse duelo era muito grande. Hoje sacamos melhor e com mais pressão. O nosso bloqueio melhorou e os contra-ataques foram eficientes. Foi um grande desafio pela situação que nos encontramos na tabela. Vejo o time melhorando a cada jogo e isso é positivo”, afirmou José Roberto Guimarães. -

Leia também:
Liga das Nações: Brasil passa fácil pela Coreia do Sul
Liga das Nações: Natália reforça a seleção na 3ª semana


Depois da etapa dos Estados Unidos, a seleção brasileira viajará para o Japão. Entre os dias 11 e 13 de junho, a equipe do treinador José Roberto Guimarães estará em Tóquio e terá pela frente as donas da casa, a Tailândia e a Sérvia. A quinta e última semana da fase classificatória acontecerá entre os dias 18 e 20 de junho em Ancara, na Turquia, e o Brasil medirá forças com a Turquia, a Itália e a Bélgica.

A fase final que reunirá a China, país sede, e as cinco seleções mais bem classificadas ao final da fase classificatória será disputada em Nanquim, na China, entre os dias 3 e 7 de julho.

Veja também

Em carta de renúncia, Milton Bivar fala em "missão cumprida", dois meses após reeleição
Sport

Em carta de renúncia, Milton Bivar fala em "missão cumprida", dois meses após reeleição

Em depoimento, enfermeiro diz que tinha ordem de não acordar Maradona e desconhecia cardiopatias
Investigação

Em depoimento, enfermeiro diz que tinha ordem de não acordar Maradona e desconhecia cardiopatias